Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

RANKING DE NOTÍCIAS

Veja o que foi destaque na ConJur na semana

Por 

A faculdade que melhor aprovou seus alunos no último Exame de Ordem, cujos resultados foram divulgados este mês, foi a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) com índice de aprovação 80,6%. Foram 67 alunos inscritos no exame, dos quais 54 foram aprovados na segunda fase. Abaixo da Ufes no ranking das instituições cujos alunos tiveram melhor desempenho está a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com 78,57% de aproveitamento, aprovando 55 dos 71 estudantes inscritos. Os 20 cursos que tiveram maior índice de aprovação são públicos. Leia aqui o levantamento completo.


Cláusula arbitral
Um juiz inglês decidiu na quinta-feira (19/1) que a briga entre seguradoras e construtoras da hidrelétrica Jirau será decidida pela câmara de arbitragem britânica especializada na área de seguros Arias, sob as leis britânicas. Esta é a primeira decisão de mérito do caso e afirma que, mesmo com a liminar da Justiça brasileira contra a realização da disputa na arbitragem, não se pode impedir "as seguradoras de aplicar o seu direito de arbitrar, em conformidade com a legislação inglesa e seus próprios princípios legais". Leia mais aqui na ConJur.


Na quarta-feira (18/1), o criminalista Evandro Lins e Silva completaria 100 anos. Eleito advogado do século pela Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de São Paulo (Acrimesp), ele foi advogado, procurador-geral da República e ministro do Supremo Tribunal Federal. Longe da toga que ele ficou conhecido do grande público, na defesa do corretor de ações Raul Fernando do Amaral Street, o "Doca Street", que matou sua namorada, Ângela Diniz, figurinha constante nas colunas sociais. O advogado também se destacou no apoio ao movimento que exigia o afastamento do presidente Fernando Collor de Melo. Leia aqui na Consultor Jurídico o perfil do piauiense.


ESPECIAIS

Entrevista de domingo
"Existe um certo misoneísmo no meio jurídico. Mas, essencialmente, o juiz é um aplicador da lei, enquanto o advogado é um criador. Por isso, o advogado está mais aberto às inovações do Judiciário." Assim entende o presidente eleito do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, Newton De Lucca, primeiro representante do quinto constitucional a ocupar a cadeira da presidência da Corte. Para ele, a plena informatização do tribunal é um passo fundamental na luta contra a morosidade do Poder Judiciário. Leia a entrevista completa aqui.

Direito sem Papel
Em sua coluna, o advogado Alexandre Atheniense conta que “iniciado em dezembro de 2011, a implantação do sistema de processo judicial eletrônico, o PJ-e, chegou ao Nordeste. Caucaia, no Ceará, foi a mais nova comarca a receber o sistema. E já tem data marcada a audiência para a primeira reclamação trabalhista protocolada por meio do Processo Judicial Eletrônico (PJ-e/JT): dia 6 de fevereiro, às 8h30”. Leia aqui o texto completo.

Cooperação Internacional
O colunista Antenor Madruga escreveu sobre a polêmica envolvendo o Coaf, que enviou ao Conselho Nacional de Justiça informações sobre movimentações atípicas de juízes e servidores. “A imagem do Judiciário está evidentemente desgastada, infelizmente. Mas não se pode atribuir qualquer culpa à análise do Coaf. Creio que as associações teriam feito melhor uso dessa pesquisa se a tivessem usado para ressaltar os 99,9% dos magistrados e servidores que não se envolveram em movimentações atípicas”. Leia mais aqui na ConJur.

Artigo da semana
Em “Evandro cumpriu, com sobras, tarefa de defender ética”, os advogados Eduardo de Moraes e Renato de Moraes escrevem que “o multíplice Evandro, que hoje completaria 100 anos de idade, cumpriu, com sobras, a tarefa de defender a ética na advocacia, e outras tantas, sendo pertinente recordar, do discurso de Evaristinho, o epílogo: 'Nós – advogados brasileiros – não podemos apresentar esta escusa, da falta de um referencial, que nos sinalize a trilha retilínea. Temos em você, mestre Evandro, o paradigma a quem devemos prezar. Obrigado, por isto, e por tudo mais'”. Leia aqui o artigo na íntegra.


AS MAIS LIDAS
Medição do Google Analytics aponta que, durante a semana, a ConJur recebeu 269,6 mil visitas e 635,5 mil visualizações de página. A segunda-feira (16/1) foi o dia mais acessado, com 56,7 mil visitas. A notícia mais lida, com 6,6 mil acessos, foi a que a mais jovem aprovada no Exame de Ordem do Distrito Federal, Thaís Alencar, de 20 anos, passou na prova em sua primeira tentativa. Sem muito gosto por livros, a advogada prefere vídeo-aulas (como programas da TV Justiça que assiste no YouTube) e artigos, que busca na internet. Leia aqui a reportagem completa.

A notícia de que o apresentador de TV Rafael Bastos Hocsman, o Rafinha Bastos, foi condenado a pagar indenização de 30 salários mínimos por dano moral à cantora Wanessa Camargo, ao seu marido, o empresário Marcus Buaiz, e ao bebê do casal, foi o segundo texto mais lido, com 6,5 mil acessos. O juiz Luiz Beethoven Giffoni Ferreira, da 18ª Vara Cível de São Paulo, julgou procedente a ação proposta por Buaiz, marido da cantora. Cabe recurso. Leia a notícia aqui.


AS 10 MAIS LIDAS
Aprovada na OAB com 20 anos estudou sozinha
Rafinha Bastos deve indenizar Wanessa Camargo
Reprovados poderão refazer Exame de Ordem
Governo pede providências no caso do Big Brother
Júri do caso Ceci Cunha será transmitido ao vivo
Site vende modelos de petição para pequenas causas
CNJ investiga desembargadores sem informar TJ-SP
"Presidente oriundo do quinto é menos conservador"
Justiça de SC não entende pôquer como jogo de azar
Baianos tiveram o melhor desempenho na OAB


AS MANCHETES DA SEMANA
Juiz inglês decide que caso Jirau será julgado na Inglaterra
369 juízes e servidores fizeram movimentações atípicas
29 integrantes do TJ-SP receberam atrasados fora da ordem
Divisão de precatórios do TJ-RN está sob investigação
Ufes teve o melhor desempenho e Estácio de Sá aprovou mais
CNJ investiga desembargadores sem informar tribunais
Universidades avaliam conflitos entre jornalismo e advocacia
Bahia teve o melhor desempenho no Exame de Ordem
Site vende modelos de petição para pequenas causas
"Presidente oriundo do quinto é menos conservador"

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 21 de janeiro de 2012, 9h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.