Consultor Jurídico

Prazo de 30 dias

MPF cobra explicações de deputada que relacionou pedofilia a movimento LGBT

Chris Tonietto (PSL-RJ) tem 30 dias para apresentar ao Ministério Público Federal estudos que fundamentam suas alegações
Câmara dos Deputados

O Ministério Público Federal expediu recomendação para que se apurem irregularidades de uma postagem da deputada federal Chris Tonietto (PSl-RJ). A parlamentar fez uma postagem em uma rede social relacionando pedofilia ao movimento LGBTQ+.

O documento, assinado pelos procuradores Sérgio Suiama, Ana Padilha e Renato Machado, lembra que a Constituição Federal de 1988 prevê a construção de uma sociedade livre, justa, solidária e sem preconceitos.

Os procuradores apontam que, conforme estudos, na maioria dos casos de violência sexual infanto-juvenil notificados no Brasil, o agressor é um familiar ou pessoa integrante do ambiente doméstico.

“Para mais, em sua publicação Chris induz falsamente a opinião pública a acreditar que todo o grupo de pessoas LGBT+ seria propenso a cometer os graves crimes que giram em torno da pedofilia, gerando preconceitos e reforçando estigmas”, diz trecho do documento.

O MPF notificou a deputada para que ela apresente explicações e estudos científicos em que baseou suas alegações e, caso ela não consiga comprovar seu relato, recomendou-se que ela se retrate da informação falsa divulgada em seu Facebook com o mesmo destaque da postagem anterior. A parlamentar tem prazo de 30 dias para apresentar as explicações.

Clique aqui para ler a recomendação do MPF




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de julho de 2020, 19h47

Comentários de leitores

1 comentário

Pedofilia relacionada a lgbt

Marli K (Outros)

Gostaria de expor meu testemunho pessoal do sofrimento que venho tendo depois que meu filho passou a se relacionar virtualmente com LGBT. Tornou-se agressivo, falando mal de Deus, da figura do pai e da mãe, querendo impor que aceitemos sua "nova" forma de pensar. O quanto isso tem sido uma afronta aos nossos valores e princípios. Quanto a Deputada, defendo sua posição visto que há dvd estudos que apontam que mais de 70% dos homossexuais sofreram algum abuso na infância cfme citado no link https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.ebc.com.br/cidadania/2012/07/pesquisa-aponta-que-70-dos-homossexuais-de-sp-sofreram-violencia&ved=2ahUKEwjAo8W5o83qAhVRIbkGHXNIClwQFjACegQIARAB&usg=AOvVaw2DwKhJ_zeE6NbxbJTAsky1.
Acredito que direta ou indiretamente possa haver uma relação da pedofilia com a homossexualidade. Exponho minha opinião pessoal, gozando do meu direito de liberdade de expressão e que todos somos iguais perante a lei!

Comentários encerrados em 21/07/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.