Consultor Jurídico

Trabalho remoto

TJ do Rio de Janeiro suspende temporariamente contrato de estagiários

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vai suspender, de forma temporária, a partir de 1º de junho, os contratos remunerados dos estagiários que estão impedidos de exercer suas atividades durante a quarentena. Os contratos suspensos serão retomados assim que a corte retornar suas atividades presenciais.

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vem operando de forma remota desde março
Reprodução

O Aviso 48/2020, publicado nesta quinta-feira (28/5) no Diário da Justiça Eletrônico, exclui da suspensão os estagiários que continuam exercendo suas funções de forma presencial ou remota.

Desde 17 de março, o TJ-RJ vem trabalhando no Regime Diferenciado de Atendimento de Urgência, utilizando diversos recursos eletrônicos. Entre esses, há o Serviço de Aplicações Remotas (SAR), que não pode ser acessado por todos, pois exige o uso de licenças especiais de sistema. Esse número é limitado por contrato assinado com a Microsoft, devido ao seu custo. Como a maior parte do trabalho do tribunal está sendo feita remotamente, o acesso ao sistema SAR foi dado exclusivamente a servidores, impossibilitando o acesso de estagiários.

Quem faz estágio nos setores administrativos do TJ-RJ, por exemplo, continuará exercendo suas atividades através da internet. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RJ.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 29 de maio de 2020, 15h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/06/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.