Consultor Jurídico

Notícias

Novos rumos

"Espero que Bolsonaro respeite as instituições", diz corregedor nacional

Por 

Pouco depois da divulgação de que Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente, o corregedor nacional de justiça, ministro Humberto Martins, afirmou que espera que o militar da reserva respeite as instituições. 

Martins espera que, como presidente, Bolsonaro cumpra a Constituição. 
José Cruz/Agência Brasil

À ConJur, o ministro afirmou que a democracia ganhou e que espera que o novo presidente esteja voltado para os direitos dos cidadãos no cumprimento da Constituição Federal.

“Espero que o governo eleito exerça uma cidadania plenamente respeitando o funcionamento das instituições. Além disso, que haja entendimento nacional em prol do crescimento econômico do país e respeitando a cidadania", disse. 

O ministro afirmou ainda que não daria uma opinião pessoal acerca dos resultados, uma vez que o papel do corregedor se "restringe a corrigir magistrados". 

Respeito aos vencidos
Mais cedo, por meio de nota, o ministro criticou Bolsonaro, que em um comício de campanha, falou que faria uma limpeza no Brasil e que simpatizantes do PT teriam que deixar o país ou seriam presos. “Há vencedores e vencidos. Vivemos no regime democrático de Direito, com a devida observância aos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, definida na Constituição Federal”, afirmou.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 28 de outubro de 2018, 21h05

Comentários de leitores

2 comentários

Quem respeita a constituição?

GUSTAVO MP (Outro)

Agora é um tal de falso moralismo e de estrito cumprimento da constituição nunca visto antes! A pergunta que ouso alguém me dar uma resposta concreta: quais dos presidenciáveis que já ocuparam o cargo agiu em cumprimento a CRFB/1988?
Em cinco letras e uma palavra se responde: NENHUM!

Ministro

S.Bernardelli (Funcionário público)

Ministro, eu também espero que ele respeite. Mas falando de coração. Isso pode acontecer no começo, mas depois sinceramente penso que isso será muito difícil de acontecer.

Comentários encerrados em 05/11/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.