Consultor Jurídico

Em trabalho remoto

TJ-SP alcança a marca de 19 milhões de atos processuais na pandemia

O Tribunal de Justiça de São Paulo contabiliza a marca de 19,4 milhões de atos processuais produzidos desde o começo da crise desencadeada pelo coronavírus.

TJ-SPTJ-SP alcança a marca de 19 milhões de atos processuais na pandemia

Apesar das incertezas causadas pela chegada da pandemia, a implantação do sistema de trabalho remoto, iniciada em 16 de março, foi bem-sucedida. Magistrados e servidores não interromperam suas atividades e a prestação jurisdicional foi mantida por meio de sentenças, acórdãos, despachos e decisões.

Mesmo com a expansão do trabalho presencial nas unidades do TJ-SP determinada no último dia 27 de outubro, parte dos magistrados e servidores permanecem em home office em todo o estado. 

Para aqueles que estão em trabalho remoto, o acesso ao sistema informatizado de processos ocorre via webconnection. A ferramenta registrou, entre 17/3 e 8/11, um total de 5 milhões de conexões. Mais de 40 mil usuários (servidores e magistrados) já utilizaram o sistema durante o período. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-SP.

Confira a produção de primeiro e segundo graus (de 16/3 a 8/11):

Primeiro grau:
Despachos = 6.351.004
Decisões Interlocutórias = 9.662.353
Sentenças = 2.118.018

Segundo grau:
Despachos = 621.988
Decisões monocráticas = 73.027
Acórdãos = 652.124




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de novembro de 2020, 11h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/11/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.