Consultor Jurídico

Notícias

Prisões e manifestações

Ministério da Segurança divulga primeiros informes da Operação Eleições

Por 

O Ministério da Segurança Pública divulgou, neste sábado (5/10), novo boletim da Operação Eleições 2018. Segundo o levantamento, foram registradas cinco prisões, duas manifestações pacíficas e três apreensões de material de campanha irregular no Rio Grande do Norte, Bahia e Rondônia. As ocorrências foram totalizadas até as 13h.

Duas pessoas foram presas em Pernambuco com material de campanha e R$ 4,5 mil em espécie que seriam para pagar militantes. Em Teresina, no Piauí, uma pessoa tinha R$ 100 mil em espécie em comprovação de origem. Neste caso, o homem de 25 anos foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal em um taxi que saiu da capital e seguia para Piripiri, no interior.

Outra pessoa foi presa no Mato Grosso, desta vez portando três folhas pequenas com vários nomes, CPFs e dados de títulos de eleitores, juntamente com santinhos de propaganda eleitoral e outras folhas avulsas com anotações variadas, além de R$ 6,5 mil em espécie. Por fim, em Salvador, na Bahia, houve uma tentativa de homicídio por atropelamento. A vítima estaria vendendo camisetas de um candidato político em um varal quando um indivíduo tentou atropelar esta pessoa.

Na sexta, 11 pessoas foram presas suspeitas de praticarem delitos eleitorais. Dois homens foram presos na cidade de Poconé (MT) com R$ 90 mil em espécie. Um deles afirmou que o dinheiro foi entregue na capital, Cuiabá, para pagar cabos eleitorais.

Em Alagoas, três pessoas foram detidas na cidade de Canapi por compra de votos. Foram apreendidos R$ 13,3 mil em espécie, material de campanha e registros de eleitores que receberiam parte dos valores. Em Roraima, na cidade de Caracaraí, mais uma pessoa foi presa também por compra de votos.

Em Pernambuco, mais uma pessoa foi detida também por compra de votos. Foram apreendidos R$ 14 mil em espécie. O homem afirmou que o dinheiro era destinado a pagar cabos eleitorais. Na Bahia, quatro mulheres foram encaminhadas à delegacia na cidade de Itabela por estarem entregando material de campanha em desacordo com a legislação eleitoral.

De acordo com o boletim, ocorreram cinco manifestações pacíficas no Pará, Roraima, Bahia e Mato Grosso do Sul. O documento, contudo, não detalhou a natureza dos atos e as candidaturas envolvidas. O informe registrou um acidente com uma candidata e dois cabos eleitorais no Rio Grande do Sul, mas não deu mais informações sobre o ocorrido.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 6 de outubro de 2018, 15h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/10/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.