Consultor Jurídico

Notícias

"Lucro com Palestras"

PT pede que CNMP instaure processo contra procuradores Dallagnol e Pozzobon

Por 

O Partido dos Trabalhadores apresentou ao Conselho Nacional do Ministério Público, nesta segunda-feira (15/7), uma reclamação disciplinar contra os procuradores da operação "lava jato" Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon. 

PT pede que CNMP instaure processo a procuradores Dallagnol e Pozzobon.
André Telles

A ação se refere à reportagem do jornal Folha de S.Paulo e do site The Intercept que mostra que o procurador Deltan Dallagnol teria planejado montar uma empresa para proferir palestras e outros eventos com seu colega de equipe Roberson Pozzobon.

A ideia, segundo a reportagem, era lucrar com a notoriedade da operação. O negócio, de acordo com os diálogos, seria tocado pelas mulheres dos procuradores, que apareceriam como sócias para que  evitar que ambos fossem alvos de questionamentos. 

De acordo com o PT, "o conteúdo das "palestras" e "aulas" aponta para um total distanciamento de magistério jurídico, uma vez que os procuradores  demonstram o intento de maximização dos lucros a serem obtidos com tais atividades, inclusive por meio de “aulas” sobre coisas que envolvam como lucrar, como crescer na vida, como desenvolver habilidades de que precisa e não são ensinadas na faculdade".

"Evidente, portanto, que os procuradores atuaram como empresários, dispostos a realizar plano de negócios, assumir os riscos de lucro ou prejuízo do negócio, com o envolvimento direto com empresários para rateio de lucros, e, até mesmo, a implicação de familiares – esposas e tio – na empreitada comercial profissional", diz trecho da ação. 

Clique aqui para ler a íntegra da ação.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico em Brasília.

Revista Consultor Jurídico, 15 de julho de 2019, 16h03

Comentários de leitores

1 comentário

Minority Report

acsgomes (Outros)

Depois da mensagem vinda do futuro, divulgada recentemente pelo Intercept, agora é o PT que quer que se investigue os procuradores por algo que não aconteceu, que eventualmente poderia acontecer no futuro, no melhor estilo "Minority Report". Solicitação deverá ser sumariamente rejeitada.

Comentários encerrados em 23/07/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.