Consultor Jurídico

avaliação médica

Lewandowski determina internação hospitalar de Roger Abdelmassih

Por 

Devido ao quadro clínico do paciente, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, concedeu de ofício a ordem em Habeas Corpus, nesta terça-feira (23/11), para determinar a internação imediata do ex-médico Roger Abdelmassih no Hospital Penitenciário do Estado de São Paulo.

Ex-médico Roger Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão

De acordo com a decisão, a 1ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté (SP) deverá solicitar novo laudo médico pericial ao Instituto Médico Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc) para avaliação clínica completa de Abdelmassih. Em seguida, o magistrado da execução deverá decidir sobre a situação prisional do ex-médico.

Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão por estupros e atentados violentos ao pudor contra pacientes. Ele está preso desde julho, quando sua prisão domiciliar humanitária foi revogada. A defesa do ex-médico apontou que ele sofre de doenças graves — insuficiências cardíacas e coronárias severas, entre outras —, e não teria tratamento adequado no sistema prisional.

O Superior Tribunal de Justiça já havia negado o pedido liminar. Em seguida, o próprio Lewadowski negou dois HCs da defesa de Abdelmassih — um em agosto e outro em outubro.

Na nova análise, o relator continuou sem constatar ilegalidade na decisão do STJ, mas considerou "necessária uma avaliação médica da situação atual do condenado", além da internação, "considerado o quadro clínico descrito pela defesa".

Clique aqui para ler a decisão
HC 209.106




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 23 de novembro de 2021, 18h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/12/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.