Consultor Jurídico

com fim da produção

Procon-SP pede à Ford esclarecimentos sobre direitos dos consumidores

A Ford, que anunciou recentemente o fim da sua produção no Brasil, foi notificada nesta quarta-feira (13/1) pelo Procon-SP para esclarecer como irá garantir o cumprimento de direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor. A empresa tem 48 horas para responder.

Últimas fábricas da Ford no Brasil, onde está há mais de 100 anos, serão fechadas Divulgação

O órgão de defesa do consumidor quer saber como a Ford prestará atendimento aos proprietários de veículos dentro do prazo de garantia; de qual forma e por quanto tempo a empresa disponibilizará peças de reposição para veículos fora da garantia; e qual será o impacto nos prazos de entrega de automóveis recentemente adquiridos.

A montadora também deverá explicar se compradores de veículos novos terão algum ônus caso desistam da transação devido ao encerramento das atividades da empresa.

Outra explicação demandada diz respeito a eventuais mudanças na política de preços ou nas condições de compras de automóveis recém-adquiridos e ainda não entregues. A Ford deve informar também sobre canais de atendimento a serem oferecidos aos clientes. Com informações da assessoria de imprensa do Procon-SP.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2021, 14h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/01/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.