Consultor Jurídico

Notícias

Tráfico internacional de drogas

Justiça Federal revoga prisão de empresário na operação carcará

Por 

O juiz federal Jeferson Schneider, da 5ª Vara Federal de Cuiabá, suspendeu liminarmente o cumprimento do mandado de prisão temporária do empresário paulista Marcelo Rocha, suspeito de integrar um grupo de tráfico internacional de drogas. 

O magistrado revogou a ordem de prisão a pedido do próprio Ministério Público. O processo corre em segredo de justiça e a prisão não chegou a ser efetivada. Na decisão, o magistrado entendeu que não há fatos que justificassem detenção.

"O próprio Ministério Público Federal afirmou que todas as investigações já foram feitas e não existem fundamentos para manter a prisão", disse. A defesa do empresário foi formulada pelos advogados Valber Melo e Filipe Broeto.

Rocha é investigado na operação "carcará" que apura os crimes de tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

O caso
A operação que foi deflagrada em outubro de 2018 ocasionou a expedição de 29 mandados de prisão e busca e apreensões nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo. O principal foco da investigação era o transporte de avião de drogas da Bolívia para o Brasil. Os mandados foram cumpridos em diversas cidades, dentre elas Tangará da Serra, Cuiabá, Suzano, Itaquaquecetuba, Goiânia, Corumbá e Londrina.

26441620174013601

 é correspondente da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 19 de fevereiro de 2019, 14h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.