Consultor Jurídico

Notícias

Sistema superlotado

Wilson Witzel anuncia construção de presídio vertical no Rio de Janeiro

Por 

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), anunciou nesta quarta-feira (4/2) que vai construir um presídio vertical em Bangu, na Zona Oeste do Rio. O anúncio foi feito depois da cerimônia de posse do desembargador Cláudio de Mello Tavares como presidente do Tribunal de Justiça do estado. Na ocasião, o magistrado disse que pretende ajudar o Executivo na construção de presídios para enfrentar a superlotação carcerária.

Witzel acredita que, se aprovado, projeto de Moro irá aumentar número de presos.
Tânia Rego / Agência Brasil

A ideia é que a nova cadeia vertical abrigue até 5 mil presos. Witzel estima que o custo do projeto fique entre R$ 60 milhões e R$ 80 milhões.

“Recurso para isso nós temos que conseguir. O que não pode é ficar o sistema penitenciário um barril de pólvora, e produzindo criminosos piores do que aqueles que entraram”, disse Witzel após a posse de Tavares.

Para o governador, se o Projeto de Lei Anticrime, apresentado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, for aprovado, o sistema penitenciário do Rio será um dos mais afetados. Por isso, é preciso construir novas cadeias, disse.

A proposta de Moro aumenta penas, determina a antecipação de execução da pena depois de condenação em segunda instância e acaba com a progressão de regime para envolvidos com facções.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 4 de fevereiro de 2019, 18h09

Comentários de leitores

1 comentário

Ideias mirabolantes

Marco Martins (Outros - Administrativa)

Esse governador ainda vai ser lembrado no futuro pelas ideias mirabolantes e pouco eficientes...

Comentários encerrados em 12/02/2019.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.