Consultor Jurídico

Notícias

Chapa da continuidade

Eleonora Nacif é eleita presidente do IBCCrim para próximo biênio

A advogada Eleonora Nacif foi eleita presidente do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim) nesta quarta-feira (12/12). Ela encabeçou a chapa 1, composta por membros da atual gestão e comandará o instituto no biênio 2019-2020. 

IBCCrimEleonora Nacif é a nova presidente do IBCCrim, no próximo biênio 

Eleonora é professora da Escola Superior de Advocacia da OAB-SP, onde coordena o curso prático de Tribunal do Júri. Já participou da diretoria do IBCCrim, e foi membro da Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD).

O defensor público Bruno Shimizu e o especialista em Direito Penal Econômico e Europeu Helios Nogués Moyano serão respectivamente primeiro e segundo vice-presidentes. 

O atual presidente do instituto, Cristiano Maronna, será Conselheiro Consultivo. A chapa também conta com os conselheiros Ela Wiecko de Castilho, subprocuradora-geral da República; Luís Carlos Valois, juiz da Vara de Execução Penal de Manaus; Sérgio Salomão Shecaira, professor-titular da USP; Geraldo Prado, professor da UFRJ; Alvino Augusto de Sá, Doutor em Psicologia Clínica.

O grupo propõe a manutenção de "iniciativas bem-sucedidas criadas e desenvolvidas nas últimas três gestões do IBCCrim". A chapa considera que representa o "bom continuísmo" do instituto. Dentre as propostas estão: manter e aperfeiçoar a parceria com parceria com a Universidade de Coimbra; modernizar o site do IBCCrim e criar grupos nacionais de Discussões Acadêmicas.

Duas chapas na disputa
Desde a criação do Instituto, em 1992, essa é a primeira vez que o pleito conta com duas chapas na disputa para presidência e diretoria. Estavam aptos a votar, entre os dias 10 e 12 de dezembro, associados que estivessem em dia com as obrigações associativas previstas no estatuto do IBCCrim. Essa também foi a primeira votação online do Instituto.  

As duas chapas defenderam suas propostas em artigos à ConJur. Clique aqui e aqui para acessá-los.

Revista Consultor Jurídico, 12 de dezembro de 2018, 19h56

Comentários de leitores

1 comentário

O hoje inútil IBCCrim.

João B. G. dos Santos (Advogado Autônomo - Criminal)

Fiz parte desde o início. Era muito útil ao advogado criminal. Você se atualizava, tinha jurisprudência de primeira e uma excelente revista que com o passar dos anos se convolou em publicação Qualis A, destinada a publicar artigos científicos. Assumiu uma posição política-criminal questionável e perdeu a sua primeva utilidade. Hoje prega que vivemos tempos sombrios e só. Fiz o que tinha que tinha que fazer: não renovei. Ainda bem.

Comentários encerrados em 20/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.