Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

"Lado do bem"

"Operação abafa" quer desacreditar delatores, diz ministro Barroso

Por 

Para o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, as críticas a delações premiadas da operação "lava jato" são parte de uma "operação abafa" para desacreditar os delatores. Na opinião dele, as críticas ao instrumento servem para intimidar os colaboradores e impedir que contem o que sabem sobre crimes.

Para o ministro, o "bem” precisa vencer nesse momento difícil da vida brasileira.
Dorivan Marinho/SCO/STF

“De onde se deveria esperar o mais determinado enfrentamento à corrupção, muitas vezes vem o compadrio e a parceria. É preciso que a sociedade brasileira esteja do lado certo”, afirmou. Para o ministro, o "bem” precisa vencer nesse momento difícil da vida brasileira.

As declarações de Barroso foram dadas no encerramento de evento ocorrido na Uniceub, em Brasília, que discutiu fatores de legitimação democrática das cortes constitucionais e o papel desses tribunais em tempos de crise.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 30 de maio de 2017, 15h15

Comentários de leitores

3 comentários

Sempre Lúcido

Joe Tadashi Montenegro Satow (Delegado de Polícia Federal)

O ministro Barroso, como sempre, apresenta lucidez em seus comentários e em suas conclusões. Por óbvio, os prejudicados tentam desqualificar os acusadores e os seus instrumentos, pois na falta de defesa, partem para o ataque. O país anseia pela correta aplicação da lei e da justiça, pois não podemos mais continuar como estamos. Os ataques serão fortes, pois os interesses contrariados não vão desistir facilmente. Força aos homens de boa vontade.

Já firmou sua conclusão de julgamento antes do julgamento

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A dúvida que eu tenho é: ao realizar uma prejulgamento dessa magnitude, ao que consta sem uma análise minuciosa do conteúdo total de todos os processos, Barroso se declarará suspeito ou irá atuar, ou envergonhará o País mais uma vez com a conhecida parcialidade hoje vigente nos Tribunais Superiores?

Barroso Certíssimo!

Sã Chopança (Administrador)

Quando a gente pensa que algo vai mudar no Brasil, forças retrógradas se reorganizam para se manterem no controle da situação. No próprio Supremo isto está ocorrendo. Foi muito decepcionante saber das "novas posturas" do Ministro Gilmar acerca do cumprimento da pena confirmada em segunda instância e da homologação da delação pelo Plenário. Decepcionante mesmo! É preciso que os demais Ministros e Ministras do STF coloquem um freio nas pretensões autocráticas de Gilmar Mendes. A República não comporta um reizinho.

Comentários encerrados em 07/06/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.