Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem autorização

Ministro Celso de Mello nega Habeas Corpus a presidente Michel Temer

O Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal proíbe a concessão de Habeas Corpus impetrado sem autorização do paciente. Por isso o ministro Celso de Mello negou pedido de HC impetrado por um advogado em nome do presidente Michel Temer sem o conhecimento dele.

Regimento Interno do Supremo proíbe a concessão de Habeas Corpus impetrado sem autorização do paciente, decide Celso.
Rosinei Coutinho/SCO/STF

De acordo com o ministro, o Habeas Corpus é uma “ação penal popular”, cuja legitimidade ativa é “universal”. O Regimento do STF proíbe a concessão de HC sem autorização, mas prevê que o relator do pedido consulte o paciente para saber se ele autoriza a impetração.

No entanto, no caso de Temer, é “público e notório” que quem o defende em questões penais é o criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. “Por tal razão, torna-se desnecessário consultar o paciente para os fins e efeitos a que alude o artigo 192, parágrafo 3º, do Regimento Interno”, resolve Celso.

Clique aqui para ler a decisão.
HC 145.751

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2017, 21h57

Comentários de leitores

1 comentário

Milhares

O IDEÓLOGO (Outros)

E os milhares de acusados, presos injustamente, que ninguém dá um copo com água, quando mais um Habeas Corpus?

Comentários encerrados em 10/08/2017.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.