Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Análise política

Em decisão, juiz diz que bandidos do país estão soltos "dando golpe na democracia"

Por 

Ao soltar três pessoas presas em flagrante acusadas de contrabando e descaminho, o juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, da 17ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais, entendeu que não havia justa causa para a manutenção das prisões, pois, “efetivamente, o custodiado está a ganhar seu pão, enquanto os bandidos deste país, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na democracia”.

As três decisões foram tomadas durante o plantão judiciário de 27 de agosto, final de semana que antecedeu a votação no Senado do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Em um dos casos, a polícia encontrou o acusado vendendo cigarros de origem estrangeira.

Clique aqui para ler a decisão.
00514353520164013800

515661020164013800
515687720164013800

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 2 de setembro de 2016, 18h39

Comentários de leitores

9 comentários

Absurdos

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

O juiz foge da sua finalidade extrapola seus poderes e ainda esquece os malefícios que esse comércio traz ao mercado e a saúde das pessoas, inclusive as pobres porque roço não compra porcaria no camelô e sim no Shopping.

Justificativa medíocre!!!!

Amigo de Capitu (Outros)

Pela justificativa esfarrapada foi detectado que esse Juiz pertence ao time da mortadela!!!

Brazil

O IDEÓLOGO (Outros)

És a pátria dos corruptos, demagogos, equivocados, larápios, preguiçosos, vaidosos, pernósticos, orgulhosos, metidos, desonestos, prevaricadores, estúpidos, punguistas, molengas, parvos, ignorantes, ladrões, racistas, estupradores, sonolentos, traficantes, resultando em uma democracia de péssima qualidade.

Shalom!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/09/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.