Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tráfico de drogas

TJ paulista nega novo pedido liberdade para Edinho

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou o pedido de Habeas Corpus ajuizado pela defesa de Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, ex-goleiro do Santos. A intenção era obter o relaxamento da prisão em flagrante. A decisão é do desembargador Décio Barretti, da 14ª Câmara Criminal e foi tomada nesta quarta-feira (26/7). Cabe recurso.

O mérito do pedido de Habeas Corpus ainda será julgado pelo relator e mais dois desembargadores. O julgamento deve acontecer após o envio de informações da 1ª Vara Criminal de Praia Grande ao TJ paulista.

O pedido de liberdade se refere ao processo em que Edinho responde por lavagem de dinheiro. Ele está preso desde fevereiro deste ano. O filho de Pelé também responde por tráfico de entorpecentes, associação para o tráfico e porte ilegal de arma.

O ex-goleiro foi preso em flagrante no dia 6 de junho de 2005, em seu apartamento em Santos (litoral paulista), por associação para o tráfico. O Denarc afirma que Edinho foi flagrado em conversas telefônicas com Ronaldo Duarte de Freitas, o Naldinho, também preso e apontado como o chefe do tráfico de drogas na Baixada Santista.

Em dezembro do mesmo ano, o ex-goleiro foi solto por decisão do Supremo Tribunal Federal, mas acabou detido novamente em fevereiro deste ano.

Revista Consultor Jurídico, 26 de julho de 2006, 18h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.