Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Decoro advocatício

Pleno da OAB-SP deve julgar se cassará inscrição de José Dirceu

Conselheiros da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil devem analisar na próxima segunda-feira (24/8) se a entidade vai cassar o registro do ex-ministro José Dirceu.

O pedido foi apresentado por um advogado que questiona por que Dirceu continua com a situação regular na entidade depois de ser condenado por corrupção ativa na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Segundo o autor, as condutas imputadas a ele pelo Supremo Tribunal Federal são contrárias à idoneidade moral exigida para se exercer a advocacia.

José Dirceu está preso no Paraná, depois de ser citado na operação "lava jato".

A carteira 90.792 só será cassada ou suspensa se houver voto favorável de ao menos dois terços dos 80 conselheiros titulares.

Em 2010, o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-SP negou outro pedido apresentado contra Dirceu com base na cassação do cargo de deputado federal, por falta de decoro parlamentar. Na época, o tribunal avaliou que somente pode ser considerado inidôneo quem tivesse processo disciplinar parlamentar ou ação penal sem possibilidade de recurso.

O ex-ministro cumpria regime domiciliar em Brasília quando voltou a ser preso em caráter preventivo no início de agosto, envolvido na famosa operação “lava jato”. Isso porque ele foi citado em depoimentos de delatores e a empresa de consultoria que ele comandava, a JD Assessoria, foi contratada por construtoras investigadas na “lava jato”, como a Galvão Engenharia, a OAS e a UTC.

Revista Consultor Jurídico, 23 de agosto de 2015, 15h20

Comentários de leitores

10 comentários

José Dirceu.

Observadordejuris (Defensor Público Estadual)

A OAB paulista cassou-lhe a inscrição no dia de ontem. Resta-lhe o direito de recorrer dessa decisão junto ao Conselho da OAB nacional.

O simples fato....

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

de ter que ser invocada formalmente, por um colega, a legitimidade atual da mantença da carteira da OAB do ex-Ministro da Casa Civil; ex-articulador político de Lula; ex-mentor de Lula e Dilma; ex-condenado na ação do Mensalão (passada em julgado) e atual envolvido e já denunciado pelo MPF na ação da Lava Jato já demonstra a 'quantas' anda a nossa 'gloriosa' (e estritamente) política instituição, sempre pronta para erguer o dedo contra os inscritos de baixo calibre mas sempre titubeante quando se trata de bater de frente com figurões.

Ao Chiquinho (Estudante de Direito)

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Que é que aconteceu com Demóstenes Torres, membro da instituição que fiscaliza a lei?
Pois é... Os bons deveriam ter o mesmo ímpeto e a ousadia dos canalhas.
Aliás, pode criticar a OAB quem custeia a sua estrutura. É o seu caso?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 31/08/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.