Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ameaça de morte

Bacharel diz que oferece R$ 20 mil por morte de ministro do STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio, está encaminhando ao ministro da Justiça uma mensagem eletrônica, recebida pelo STF, com ameaça de morte aos ministros que deram seu aval ao Plano de Racionamento do governo.

Na mensagem dirigida ao Supremo no último dia 5, (Leia íntegra abaixo) o remetente jura, "solenemente, que a partir de hoje, farei o possível para matá-los e à toda à sua raça". E conclui: "Vou oferecer uma recompensa de R$ 20.000,00 para quem matar um de vocês ou de seus parentes."

Assinada por JER, a mensagem ainda se refere aos oito ministros que validaram a MP do governo como "bando de canalhas, traidores e covardes".

Conforme pesquisa feita pela revista Consultor Jurídico, o e-mail utilizado é compartilhado por JER e seu irmão, EO. O signatário da mensagem tem 29 anos, formou-se em Direito, pela USP, no ano passado. Foi aprovado no Exame de Ordem da OAB paulista e pediu inscrição na entidade esta semana.

Localizado por telefone, JER admitiu a autoria da mensagem: "Escrevi e assino embaixo. Tenho consciência do risco que eu corri ao mandar a mensagem". Mas negou que pretenda, efetivamente, oferecer recompensa para quem matar ministros do STF - "Até porque eu não tenho 20 mil reais". Nas suas palavras, JER afirma que "quis dar um tapa na cara desse pessoal que vive na ilha da fantasia e não entende o que é a vida fora de lá".

A Revista Consultor Jurídico está com uma pesquisa no site para descobrir a opinião dos leitores sobre o julgamento da MP do Racionamento. Até o início da tarde de quarta-feira (11/7), de 952 pessoas ouvidas, 92% acham que o STF deixou a Constituição de lado para considerar válida a MP do Racionamento. Os comentários dos leitores não chegam a conter ameaças como a do bacharel paulista que promete oferecer R$ 20 mil a quem matar ministros do STF. Apenas demonstram que são contra o posicionamento adotado pelo STF. Veja os comentários dos leitores.

Leia a mensagem encaminhada ao STF

De (Nome suprimido) [mailto: (e-mail suprimido) ]

Enviada em: quinta-feira, 5 de julho de 2001 16:34

Para: webmaster@stf.gov.br

Assunto: BANDO DE CANALHAS, TRAIDORES E COVARDES

SEUS CANALHAS!

Como vocês odeiam o povo! Como vocês odeiam o Brasil! Considerarem o criminoso racionamento constitucional... para quê? O povo já está se desdobrando para economizar energia independente das infames ameaças do governo... E agora vocês vêm e compactuam com as chantagens, as chicanas, a infâmia, as perfídias, contra a vontade esmagadora maioria da opinião pública e da esmagadora maioria dos Tribunais inferiores. Monstros! Inimigos do povo e da pátria! Fizeram isso apenas para beneficiar as distribuidoras de energia, que irão lucrar fortunas com a sobretaxa e as multas! Corruptos! Juro solenemente, que a partir de hoje, farei o possível para matá-los e à toda à sua raça. Vou oferecer uma recompensa de R$ 20.000,00 para quem matar um de vocês ou de seus parentes.

STF - Safados, Traidores e Fracos

Assinado:

Nome suprimido

Cidadão do povo brasileiro

Leia o despacho do presidente do STF

Ante a ameaça, encaminhe-se, mediante ofício, ao ministro de Estado da Justiça, Dr. José Gregori.

Imprima-se urgência.

BSB, 10.07.2001 - às 22h13

Marco Aurélio

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2001, 13h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/07/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.