Consultor Jurídico

Mercado Jurídico

Por Sérgio Rodas

Atuação ampliada

Banca Miguel Silva & Yamashita Advogados tem cinco novos sócios

O escritório Miguel Silva & Yamashita Advogados, com atuação focada na área tributária, criou os segmentos de assessoria preventiva e reativa em assuntos relacionados à privacidade, proteção de dados, compliance digital e data ethics.

Além disso, a banca inaugurou as áreas de compliance e ética corporativa; Direito Concorrencial e Antitruste; imobiliário; trabalhista; educação corporativa; Direito Digital e novas tecnologias; e mídia e entretenimento.

O escritório também passa a contar com cinco novos sócios: Roberto Lima Pessoa, Adriana Sforcini Lavrik Esper, Glauco Moreira, Pedro Henrique de Araripe Sucupira e Henrique Rullo Maranhão Dias.

Captação de recursos

Nelson Wilians Advogados e Swell Capital firmam parceria de infraestrutura

O escritório Nelson Wilians Advogados e a Swell Capital celebraram parceria para estruturação, promoção e captação de recursos para projetos de infraestrutura no Brasil e na América Latina.

Com atenção especial para projetos em transporte (logística portuária, ferrovias e mobilidade), energia e saneamento, os escritórios trabalharão na divulgação internacional de projetos representados pelo Nelson Wilians perante fundos de investimento nos Estados Unidos e na região do Oriente Médio - áreas de atuação e especialização da Swell Capital.

O acordo entre as empresas entra em vigor imediatamente. A primeira rodada virtual de negócios acontece ainda neste mês de abril.

Professor de Direito

Bumachar Advogados anuncia a contratação de Thiago Carapetcov

O escritório Bumachar Advogados Associados, especializado em Direito Empresarial com ênfase em insolvência e atuação na recuperação de empresas em situação de crise, anunciou a contratação do advogado Thiago Carapetcov. Ele auxiliará as equipes em demandas técnicas e participará de negociações complexas.

Carapetcov é pesquisador e tem quase 15 anos de experiência como professor em cursos de pós-graduação de instituições como Fundação Getúlio Vargas, Pontifícia Universidade Católica, Ibmec e Universidade do Estado do Rio de Janeiro. É docente da Escola de Magistratura do Rio e da Fundação Escola Superior da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro.

Prevenção à corrupção

Banca Klein & Giusto Advogados cria núcleo de investigação corporativa

O escritório Klein & Giusto Advogados criou o Núcleo Especial para Assuntos Corporativos. O setor é formado por especialistas na área criminal e engloba investigações corporativas, métodos de prevenção à corrupção; técnicas antifraude e crimes econômico e empresariais, além de oferecer programas de compliance.

O núcleo é dividido em dois setores: um de Direito Penal Econômico e Empresarial e outro de Compliance e Investigação Corporativa. A área busca defender interesses corporativos relativos aos crimes econômicos e empresariais, inclusive na promoção de investigações que possam subsidiar ações penais relacionadas a práticas delituosas nos casos em que a empresa é vítima.

O núcleo será coordenado pelo advogado Paulo Klein, com mais de 20 anos de experiência na advocacia criminal empresarial. Sócio fundador do Klein & Giusto Advogados, ele tem experiência na prevenção e  solução jurídica de questões de investigação corporativa. Atuou como diretor jurídico do setor de combate a fraudes em empresas  multinacionais, bem como no patrocínio de casos envolvendo grandes corporações.

Resolução mais rápida

Advogado Luciano Godoy passa a integrar quadro executivo da Mediação On-line

Luciano Godoy passou a integrar o quadro executivo da Mediação On-line (MOL), onde contribuirá para a modernização e humanização do sistema jurídico de resolução de disputas.

Godoy é advogado e professor da FGV Direito SP, dedicando-se a litígios estratégicos. Ele já foi juiz federal, procurador do estado e diretor jurídico de duas companhias. 

Segundo Godoy, a busca por alternativas a litígios caros e longos, o desafogamento do Judiciário e a necessidade de modernizar a resolução de conflitos o levaram a unir esforços à MOL.

"A mediação é uma forma moderna de resolver disputas. Os processos judiciais são demorados e custosos; a solução de disputadas mediadas é uma possibilidade de realizar a Justiça dentro de conceitos inovadores aliados a plataformas de tecnologia que ampliam o acesso dos cidadãos e das empresas", disse Godoy.

O jurista avalia que o uso de novas tecnologias para a mediação e conciliação fica ainda mais necessário durante a epidemia de Covid-19, quando reuniões presenciais ficaram inviabilizadas. Mas, mesmo superada este cenário, acredita que a vivência digital deverá acompanhar a realidade do Poder Judiciário nos casos em que tal mecanismo puder substituir a presença física.

O advogado ainda citou casos em que a mediação e conciliação online podem resolver problemas cotidianos num curto espaço de tempo e sem a necessidade de que cidadãos se desloquem a fóruns distantes, aguardem audiências por uma tarde toda, perdendo o dia de trabalho ou deixando de cuidar dos seus filhos.