Consultor Jurídico

"Cara teimoso"

Moro aceitou convite para ministério de olho em vaga no STF, mostram diálogos

Novas mensagens apreendidas na "operação spoofing" apontam que o ex-juiz Sérgio Moro aceitou o convite para ser ministro da Justiça e Segurança Pública no governo Jair Bolsonaro para adquirir "maior quilate para indicação futura ao Supremo Tribunal Federal".

Agência BrasilMoro aceitou convite para ministério da Justiça de olho em vaga no STF

A revelação consta em uma troca de mensagens entre procuradores da autodenominada "força-tarefa da Lava Jato", que foi incluída em nova petição da defesa do ex-presidente Lula enviada ao STF. A conversa ocorreu em 31 de outubro de 2018, dias após a vitória de Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial

O procurador Athayde Ribeiro disse aos colegas que Moro teria passado o dia reunido com os delegados da Polícia Federal Maurício Valeixo e Igor Romário de Paula (ambos levados à Brasília por Moro). O ex-juiz teria confidenciado aos delegados que poderia aceitar o convite para ser ministro da Justiça de olho em uma vaga no STF.

"A tendência é aceitar o convite que tb dará maior quilate para indicação futura ao STF", afirmou Athayde. "Cara teimoso", respondeu a procuradora Laura Tessler. Já a procuradora Jerusa Viecili disse que Moro aceitaria ser ministro por uma possível vaga no STF e previu pedidos de nulidade de ações da "lava jato": "Vão chover alegações de nulidade nos processos. LJ vai ladeira abaixo, no meu ponto de vista".

Para a defesa de Lula, mesmo após Moro deixar a magistratura para assumir o ministério da Justiça, "em um pleito diretamente influenciado pela atuação do ex-magistrado, a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba continuou a serviço do 'lavajatismo'". 

Conforme os advogados, juíza substituta Gabriela Hardt assumiu provisoriamente o cargo deixado por Moro e passou a estabelecer contatos com a "força-tarefa". Depois, o juiz Luiz Antônio Bonat, "que veio a assumir a titularidade da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba após uma intensa articulação da 'força-tarefa'", passou a ser chamado pelo codinome de "New Russia", em referência ao "Russo", apelido de Moro entre os procuradores.

Leia a íntegra da conversa:

31 Oct 18
• 15:17:14 Athayde News... Estive com Pace o qual informou que a Russia passou a tarde ontem com Igor e Valeixo.. A tendência é aceitar o convite que tb dará maior quilate para indicação futura ao STF.. (evidente que é off)
• 15:17:42 Athayde em se concretizando quero lançar a campanha #DeltanPGR
• 15:18:09 Laura Tessler Pqp
• 15:18:21 Laura Tessler Cara teimoso...
• 15:19:11 Laura Tessler Quem poderia ir para a vaga do Moro? Tem como monitorar alguém para ocupar a vaga dele? Não da pra deixar que venha um louco vaidoso
• 15:25:52 Jerusa Vai aceitar ser MJ por uma possível futura vaga no STF. Vão chover alegações de nulidade nos processos. LJ vai ladeira abaixo, no meu ponto de vista.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 15 de março de 2021, 11h33

Comentários de leitores

1 comentário

Procuradora Jerusa Viecili, a visionária

Celso Tres (Procurador da República de 1ª. Instância)

Jerusa Viecili disse que Moro aceitaria ser ministro por uma possível vaga no STF e previu pedidos de nulidade de ações da "lava jato": "Vão chover alegações de nulidade nos processos. LJ vai ladeira abaixo, no meu ponto de vista".

Comentários encerrados em 23/03/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.