Consultor Jurídico

Instabilidade do Sistema

Prazos no TJ-RS são suspensos, mas não para processos do eproc

A fluência dos prazos processuais dos processos administrativos e judiciais do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul que dependam dos sistemas Themis 1G e 2G, E-themis, Themis Admin e SEI estão suspensos desde esta segunda-feira (19/7). Mas a suspensão não se aplica aos processos judiciais eletrônicos que tramitam pelo eproc.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Divulgação

Segundo o ato que determina a suspensão — assinado pelo presidente da corte, desembargador Voltaire de Lima Moraes —, o motivo é a permanência de instabilidade dos sistemas de informática do TJ-RS.

Havendo inviabilidade operacional para o recolhimento, no prazo, de custas ou depósito judicial nos processos em tramitação pelo sistema eproc, o pagamento deverá ser efetuado em até 48 horas tão logo disponibilizada a funcionalidade.

No fim de abril, o sistema do tribunal foi alvo de um ataque hacker, o que já havia ocasionado a suspensão de prazos. Com informações da assessoria do TJ-RS.

Clique aqui para ler a íntegra do ato




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de julho de 2021, 15h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/07/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.