Consultor Jurídico

Prejuízos de R$ 13 mi

Ministério Público Federal denuncia sete suspeitos de fraude em benefícios do INSS

O Ministério Público Federal denunciou sete pessoas suspeitas de terem causado um prejuízo de R$ 13,6 milhões ao INSS. Os envolvidos irão responder por estelionato, organização criminosa, falsificação e uso de documentos falsos. 

Já foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão

Segundo o MPF, foram identificadas fraudes em 143 benefícios previdenciários e assistenciais concedidos. As investigações começaram depois que uma das denunciadas utilizou documentos falsos para receber um benefício no município de Amélia Rodrigues, na Bahia. 

A partir da apuração desse caso foi identificado o restante do suposto grupo criminoso. O crime incluiria fraudes em seis estados: Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. 

A denúncia foi oferecida no curso da chamada operação "cucurbitum", especializada em fraudes de benefícios previdenciários e assistenciais. Até o momento já foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão, todos na cidade de Jeremoabo, na Bahia. 

Processo 1014996-14.2020.4.01.3300




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 23 de janeiro de 2021, 17h05

Comentários de leitores

1 comentário

INSS

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

O patrimônio do INSS é consumido por fraudes violentas.
Felizmente, quando os Militares tomarem o Poder, será nomeado um General que mandará os corruptos para aquele lugar que ninguém quer ir.

Comentários encerrados em 31/01/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.