Consultor Jurídico

Notícias

Desnutrição como tortura

ONG pede que CNJ investigue denúncias de maus tratos em prisões federais

Por 

O Instituto Anjos da Liberdade pediu que o Conselho Nacional de Justiça investigue acusações de agentes penitenciários estão usando a desnutrição como meio de tortura e cortando medicamentos de presos.

ONG aponta que presos vêm denunciando maus tratos de agentes penitenciários
Reprodução

No requerimento, a ONG afirma que detentos de penitenciárias federais no Distrito Federal e em Rondônia têm se queixado de maus tratos por parte de agentes penitenciários.

Uma das práticas denunciadas é a revisão de prescrições médicas e a supressão de remédios aos presos. Outra é a desnutrição calórica e proteica como “método de disciplina”, o que configura tortura, segundo o Anjos da Liberdade.

Para investigar essa situação e evitar a destruição ou ocultação de provas, o instituto pede que o CNJ promova uma inspeção aos presídios e ouça os detentos. Nas visitas, representantes do órgão poderiam ser acompanhados por membros da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público Federal e do Conselho Federal de Medicina.

Se o CNJ comprovar as acusações de maus tratos, a ONG pede que o órgão represente junto ao MPF pedindo a apuração de crimes, atos de improbidade administrativa e ações civis para perda de cargos.

Clique aqui para ler a petição

 é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 6 de fevereiro de 2020, 18h03

Comentários de leitores

1 comentário

Essa ONG é aquela ???

daniel (Outros - Administrativa)

Hummmmmm

Comentários encerrados em 14/02/2020.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.