Consultor Jurídico

Notícias

Mundo de pressões

Deltan fala sobre ética nos negócios em palestra em SP

Por 

O procurador da República Deltan Dallagnol participa de um evento sobre combate à corrupção em São Paulo. O tema da palestra: “Ética nos negócios em um mundo de pressões”. É.

Ministro Luís Roberto Barroso, do STF, e desembargador Fausto De Sanctis estarão com Deltan em evento no ABC paulista 
Fernando Frazão/Agência Brasil

Deltan é bem relacionado com empresas e conhece muitos empresários. Durante o auge de sua fama à frente da “lava jato”, captou recursos junto a eles para financiar o Instituto Mude — Chega de Corrupção, segundo reportagem do site Agência Pública com base nas mensagens vazadas pelo The Intercept Brasil.

A ideia era que o Mude financiasse campanhas de Deltan.

Inicialmente, a campanha era a favor dos projetos de reforma do Código de Processo Penal que os procuradores disseram que eram contra a corrupção.

Depois, passou a ser para divulgar as ideias políticas de Deltan.

Mas, enquanto isso, Deltan discutia com os colegas pelo Telegram a ideia de lançar a candidatura ao Congresso Nacional de um procurador da República por estado.

O palestrante seria candidato ao Senado — “seria facilmente eleito”, ele disse, numa mensagem a si mesmo, conforme o Intercept—, mas desistiu na última hora.

Deltan até mesmo abriu uma empresa. Para aproveitar a fama que conseguiu com a “lava jato”, associou-se ao colega Roberson Pozzobon, cuja maturidade foi elogiada pelo ex-PGR Rodrigo Janot em seu livro, para abrir uma firma de palestras e eventos — “vamos organizar congressos e eventos e lucrar, ok?", ele disse ao colega, segundo mensagens vazadas pelo Intercept.

O evento acontece no dia 25 de outubro, na sede da Faculdade de Direito de Santo André (Fadisa), na Grande São Paulo.

O ministro Luís Roberto Barroso e o desembargador Fausto De Sanctis também são palestrantes.

 é chefe de redação da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2019, 21h39

Comentários de leitores

2 comentários

Fidedigno

olhovivo (Outros)

Essa obsessão por palestras demonstra a fidedignidade das conversas da vaza jato, em especial daquela frase "vamos lucrar, ok?" e das tratativas para criar empresa em nome das esposas. Não adianta ficarem negando a veracidade das conversas, pois os atos e fatos as corroboraram e continuam a corroborar.

Contradição pouca é bobagem

Paulo H. (Advogado Autônomo)

Chama a atenção a desenvoltura desses arautos da virtude que não hesitam em chafurdar as mãos no lodo da 'res furtiva' (mensagens hackeadas) para, com base nesse material espúrio, apontar condutas supostamente reprováveis do Procurador.

Felizmente - para o Brasil, não para os corruptos - os fatos vêm demonstrando que baldaram os esforços do crime organizado para macular a credibilidade do Procurador.

Ver todos comentáriosComentar