Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Triênio 2019-2021

Délio Lins e Silva é eleito presidente da OAB do Distrito Federal

Por 

O advogado Délio Lins e Silva é o novo presidente da seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Sua chapa "Independência na Ordem" foi eleita, nesta quinta-feira (29/11), com 9.805 dos votos válidos e ficará à frente da OAB-DF durante o triênio 2019-2021.

DivulgaçãoDélio Lins e Silva foi eleito presidente da OAB-DF, derrotando a chapa de Jacques Veloso

Em segundo lugar ficou o advogado Jacques Veloso, com 9.557 votos, e que liderava a chapa da situação, contando com o apoio do atual mandatário da OAB, Juliano Costa Couto, e do governador eleito Ibaneis Rocha (MDB).

Também estavam na disputa os advogados Renata Amaral (1.912) e Max Telesca (1.597). Mais de 30 mil advogados estavam aptos a votar, no total, compareceram às urnas 23.843. Os votos brancos e nulos somaram 972.

Integram sua diretoria: Cristiane Damasceno (vice-presidente), Marcio Oliveira (secretário-geral), Andrea Saboia Fonseca (secretária adjunta), e Paulo Braz Siqueira (tesoureiro).

Délio contava com apoio de um ex-presidente da OAB-DF, Francisco Caputo, que agora esta no Conselho Federal pela chapa. Além dele, foram eleitos como titulares os advogados Daniela Teixeira e Vilson Marcelo Malchow Vedana.

A maioria das seccionais já definiram seus novos presidentes. Os últimos estados a votar, nesta sexta-feira (30/11), serão Goiás e Rio Grande do Sul.

* Notícia alterada às 13h15, do dia 30/11/2018, para acréscimo do número de votos.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 29 de novembro de 2018, 19h33

Comentários de leitores

1 comentário

Ajude-nos abolir de vez o trab. análogo a de escravos

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

Délio Lins Presidente eleito da OAB-DF
Por Vasco Vasconcelos, escritor e jurista
Quero congratular-me com o Presidente eleito da OAB-DF nobre colega jurista Dr. Délio Lins e Silva e sua Vice- Presidente Cristiane Damasceno, pela vitória expressiva alcançada no pleito realizado no último dia 29/11. Rogo a Deus que vocês consigam atingir os objetivos colimados em seus planos de trabalho, em especial no que tange a humanização da OAB, abolindo a escravidão contemporânea da OAB o caça-níqueis exame da OAB, o qual vem gerando fome, desemprego (num país de desempregados e doenças psicossociais e outras comorbidades diagnósticas. Está insculpido no art. 5º inciso XIII – CF "É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. O art. 29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB (Das regras deontológicas fundamentais) diz: "Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de ADVOGADO conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas. Não é da alçada da OAB avaliar ninguém isso é um abuso. Art. 209 CF diz que compete ao Poder Público avaliar o ensino. Lembro que a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. ”Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos. Ensina-nos Martin Luther King “Na nossa sociedade, privar um homem de emprego ou de meios de vida, equivale, psicologicamente, a assassiná-lo.”
Vasco Vasconcelos, escritor jurista.

Comentários encerrados em 07/12/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.