Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

A arte de matar

Com nitrogênio, Oklahoma quer "refinar" técnica da pena de morte

Por 

Até o final do ano, o estado americano de Oklahoma passará a usar nitrogênio para executar prisioneiros condenados à pena de morte, em substituição a injeções de drogas letais. A organização The Marshall Project, que fiscaliza o sistema de Justiça criminal dos EUA, divulgou o novo método de execução na sexta-feira (16/3).

Segundo a organização, a medida foi confirmada pelo diretor do sistema prisional de Oklahoma, Joe Allbaugh, e pelo procurador-geral do estado, Mike Hunter. Eles explicaram que uma das razões para a adoção do novo método de execução é a falta das drogas letais no mercado mundial.

Na verdade, as drogas existem, mas os laboratórios internacionais se negam, por questões humanitárias, a vendê-las aos governos dos estados que adotam a pena de morte nos EUA. Midazolam e pentobarbital são as principais.

Outra razão é que executar prisioneiros por inalação de nitrogênio é mais barato. O gás é amplamente disponível no mercado, porque serve para muitas finalidades, como encher pneus, fazer soldagens e carbonatar cervejas.

Uma “análise financeira” da Assembleia Legislativa do estado, que aprovou uma lei para instituir o novo método de execução, afirma que “os custos serão mínimos, incluindo apenas a compra de uma única máscara de gás e de um cilindro de nitrogênio”.

A inalação de nitrogênio mata por hipóxia, porque retira oxigênio do corpo. É um método que nunca foi experimentado por qualquer estado americano e, provavelmente, por qualquer nação do mundo, diz a organização The Marshall Project.

Mas, conforme a justificativa do projeto de lei apresentado à Assembleia Legislativa, o uso de nitrogênio na execução da pena de morte seria um método mais humano de matar. Seria uma maneira de refinar a execução da pena de morte.

O deputado estadual do Partido Republicano Mike Christian, autor do projeto de lei, se inspirou em um documentário de 2014 da BBC, intitulado “Como matar um ser humano” (How to Kill a Human Being), que incluiu um segmento sobre morte por inalação de nitrogênio.

Ele pediu ajuda ao amigo Michael Copeland, que foi procurador-geral da pequena ilha de Palau. Copeland, por sua vez, pediu ajuda a médicos da Universidade de Oklahoma para estudar a ideia de usar nitrogênio na execução da pena de morte. Mas os médicos se recusaram a discutir pena de morte.

Assim, Copeland e duas pessoas, que não eram médicos nem cientistas, compilaram informações em um relatório que foi entregue à Assembleia Legislativa. Os parlamentares fizeram algumas audiências para discutir o método, se informaram sobre técnicas de asfixia por gás de ativistas de suicídio assistido e assistiram vídeos no YouTube sobre adolescente que inalavam gás hélio para ficarem eufóricos e perder os sentidos.

A ideia, segundo os parlamentares, é cobrir o rosto do prisioneiro com a máscara e enchê-la de nitrogênio. Esperam que o prisioneiro perca a consciência gradualmente e sem dor, da mesma forma que acontece, às vezes, com mergulhadores de profundidade e alpinistas de grande altitude.

Mas não se sabe o que pode realmente acontecer com o prisioneiro até que ele perca a consciência, porque não há qualquer estudo médico sobre inalação de nitrogênio por seres humanos. Não se sabe, também, se o nitrogênio deve ser liberado gradualmente ou em grande quantidade, de uma vez, para alcançar o objetivo pretendido de morte sem dor.

Não se sabe ainda o que pode acontecer se o prisioneiro resistir, tentando, por exemplo, quebrar o lacre da máscara ou segurar a respiração tanto quanto puder, o que poderia levar a uma acumulação dolorosa de dióxido de carbono nos pulmões.

Os opositores do método — e certamente opositores da pena de morte — disseram à organização The Marshall Project que o autor do PL, Mike Christian, um ex-patrulheiro rodoviário, fez uma declaração à revista alemã Der Spiegal que não depõe a favor de suas “boas intenções”. Ele teria dito à revista: “De uma forma ou de outra, vamos levar essas bestas à morte”.

O diretor do sistema prisional e o procurador-geral de Oklahoma disseram que a execução por inalação de nitrogênio só deve começar pelo final do ano, para dar um prazo de 90 a 120 dias para desenvolver o novo método e permitir aos advogados dos detentos no corredor da morte disputar a nova lei na Justiça, se quiserem.

 é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 19 de março de 2018, 8h42

Comentários de leitores

3 comentários

Brinca com a bestialidade do povo...

Ramiro. (Advogado Autônomo)

O vídeo abaixo, o youtube exige login para entrar, mostra o fim de um dos grandes governantes que abusaram da pena de morte...
https://www.youtube.com/watch?v=PvWHY5R2NAY
A última execução francesa
https://www.youtube.com/watch?v=WWOlU_TtOIw

Colocando novamente abaixo as normas para eutanasia de animais, laboratórios que infligem dor e sofrimento aos animais podem ser fechados...
http://www.mctic.gov.br/mctic/export/sites/institucional/institucional/concea/arquivos/legislacao/resolucoes_normativas/Resolucao-Normativa-CONCEA-n-13-de-20.09.2013-D.O.U.-de-26.09.2012-Secao-I-Pag.-5.pdf

Mas imagino que alguns sujeitos quereriam ver na cena abaixo um preso...

https://fightdogmeat.com/videos-china-graphic/

http://www.dailymail.co.uk/video/news/video-1385053/Shocking-footage-dog-boiled-alive-steamer.html

Estou vendo no Brasil pessoas que estão se tornando tão sádicos, tão abaixo dos animais quanto esses chineses dos vídeos, que espero que exista um inferno para eles, para que por um milhão de vezes sofram eles os que impõem a seres sencientes.

Hoje entendo por que os japoneses tem profundo desprezo por chineses e coreanos... o Japonês, de maioria xintoísta, e budistas, acreditam em karma.

Agora o dia que as massas se levantarem, as verdadeiras elites vão fugir do país, em barcos e aviões, levando suas fortunas, deixando uma classe média rancorosa, com todo seu ódio, para se entender com um povo que as polícias e forças armadas já não terão mais como conter... Infelizmente nessas revoltas faz-se substituir um bando de imbecis por outro imbecil mor.
http://www.estadao.com.br/noticias/geral,os-pardais-de-mao,503365
<br/>O Sul dos EUA já perderam a guerra civil, parece que querem perder outra que se anuncia inevitável, ao longo do mundo... Criem bestas...

A estupidez dos fundamentalistas e o orgulho da ignorância

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Nem vou entrar na discussão de ser contra o aborto em quaisquer circunstâncias e a favor da pena de morte.
Nas universidades o uso de nitrogênio como método de eutanasia pode levar ao fechamento do laboratório por violar resoluçã do Concea, o método é aflitivo e doloroso.

http://www.mctic.gov.br/mctic/export/sites/institucional/institucional/concea/arquivos/legislacao/resolucoes_normativas/Resolucao-Normativa-CONCEA-n-13-de-20.09.2013-D.O.U.-de-26.09.2012-Secao-I-Pag.-5.pdf

Podem conferir, é inaceitável até para roedores.

Daqui a pouco vão ressuscitar a guilhotina, que era o método favorito de execução de Hitler para opositores, mandou aperfeiçoar e distribuir mais de 500 gilhotinas na Alemanha do reich. Para orgasmo dos embrutecidos, cenas de um filme, se não me engano execução de militantes do Rosa Branca, e cenas reais da última execução pública em Paris.
https://www.youtube.com/watch?v=2cERjg66neA
o povo, bestas feras assustaram tanto o Primeiro Ministro, o vídeo abaixo, que as execuções passaram a ser secretas.
https://www.youtube.com/watch?v=VJdhePPvxjY
https://www.youtube.com/watch?v=vzi9iE_jgfg
Dá para imaginar pessoas com camisetas contra o aborto se reunindo para terem orgasmos.
Por que sou pelos direitos humanos?
É preciso renegar toda a evolução humano para defender que seres humanos sejam executados com métodos que os conselhos de ética definitivamente proíbem para execução de animais.
Aos que acreditam, em sua bestialidade, que o dia que o último marginal for executado restarão apenas os homens de bem, penso eu, restarão apenas uma sociedade de assassinos e seus cúmplices.
Mas enfim, a lobotomia de Egas Moniz levou ao maior erro do prêmio Nobel, que hoje só é concedido, medicina e biologia, para estudos com mais de 15, 20 anos.

Perdedores

O IDEÓLOGO (Outros)

Agora os perdedores terão uma morte humana e suave.

Comentários encerrados em 27/03/2018.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.