Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Contra a ordem

Três seguranças da Presidência da República são presos por roubo no DF

Três militares das forças armadas que trabalham na Presidência da República foram presos praticando roubo com armas do governo em Ceilândia (DF). Os três trabalham no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), órgão responsável pela segurança do presidente da República e pela coordenação dos serviços de inteligência federal, entre outras atribuições.

Com eles, a Polícia Militar do Distrito Federal encontrou três pistolas 9mm, de uso restrito das forças armadas, distintivos da GSI, porções de maconha, além de seis celulares e cordões que haviam sido roubados. Seis vítimas e uma testemunha reconheceram os homens como sendo autores dos roubos.

Em nota, o GSI disse que os militares, que não faziam parte da segurança pessoal do presidente, estão presos no Batalhão de Polícia do Exército de Brasília. "O fato está sendo apurado com o rigor que as circunstâncias exigem, de acordo com a legislação vigente, pelo GSI e pelo Comando Militar do Planalto", diz trecho da nota do órgão do governo. Com informações da Assessoria de Imprensa da PM-DF.

Revista Consultor Jurídico, 1 de outubro de 2016, 17h55

Comentários de leitores

2 comentários

O exemplo

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

O exemplo vem de cima!

Crise

O IDEÓLOGO (Outros)

É consequência da crise econômica.

Comentários encerrados em 09/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.