Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

33 mineiros

Investigação de mina que desabou no Chile é arquivada

A Procuradoria do Chile encerrou, sem apresentar denúncia, a investigação do desabamento de uma mina que deixou 33 mineiros soterrados por mais de dois meses em Atacama, no norte do país. O caso ocorreu em 2010 e foi acompanhado com atenção em todo o mundo até o resgate dos 32 chilenos e do boliviano presos na mina San José. As informações são da Folha de S. Paulo.

O procurador regional de Atacama, Héctor Mella, explicou que nenhuma denúncia foi apresentada porque não há convicção para a formulação das acusações. Entre as queixas arquivadas, está uma de homicídio culposo, pois os funcionários públicos e a empresa não cumpriram com os regulamentos de segurança. A decisão beneficia as autoridades do Serviço Nacional de Geologia e Mineração e os empresários Alejandro Bohn e Marcelo Kemeny, proprietários da San Esteban, empresa dona da mina.

Catherine Latrop, advogada de defesa, afirmou ao jornal chileno La Tercera que a decisão demonstra claramente que os empresários não cometeram qualquer irregularidade. Já o mineiro Luis Urzúa, porta-voz do grupo, disse que os advogados que os representam já tranquilizaram os 33, pois ainda tramita o processo por negligência contra o governo.

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2013, 19h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/08/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.