Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisão perpétua

Por ditadura, militares argentinos são condenados

O Tribunal Oral Federal da cidade de Bahia Blanca, no Sul da Argentina, condenou, nesta quarta-feira (12/9), 14 militares da reserva e ex-policiais à prisão perpétua por crimes contra a humanidade, cometidos durante a ditadura militar argentina (1976-1983). Os condenados pertenciam ao Exército ou às forças de segurança e deverão cumprir a pena em regime comum no Serviço Penitenciário Federal da Argentina.

Os réus foram condenados pelos crimes de privação ilegal de liberdade, tortura e homicídio em um campo de detenção clandestino, instalado em Bahia Blanca. Os condenados foram acusadas de levar 90 pessoas ao campo de detenção denominado La Escuelita (A Escolinha, em português).

A ação judicial em questão envolve o desaparecimentos de duas mulheres, grávidas, que foram sequestradas e levadas até o campo clandestino. A estimativa é que cerca de 30 mil pessoas desapareceram ou foram mortas durante a ditadura na Argentina. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2012, 16h37

Comentários de leitores

12 comentários

Por quê?!...

Richard Smith (Consultor)

.
Algumas, Sr. Gabola, por quê? Precisa dos meus serviços de versão ou para traduzir algum documento. Já aviso, cobro caro pela minha consultoria, hein?

Sabe mais?

Gabbardo (Professor)

Sabe quantas línguas, sr. Ferreiro?

Ai, ai, ai...

Richard Smith (Consultor)

.
Sim, senhor "que se gaba"!
.
Não se pode ser a favor de esquerdistas que, antes optaram pelo enfrentamento armado REVOLUCIONÁRIO - não para "libertar" o Brasil, mas para torná-lo uma nova Cuba - sem ser-se a favor daqueles que predam as intituições no dia de hoje! Deu para entender ou é preciso desenhar?
.
Então é facil ser-se partidário do "governo" de Tarso Genro, que expulsou os pobres boxeadores, liminarmente "et inaudita altera pars" e acolheu um vagabundo facinoroso terrorista-assassino (pleonasmo?)na marra, sem, de fato, apoiar-se "tudo o que aí está".
.
Indigna-me o comportamento da Repressão no Regime Militar? Certamente! Mas MUITO mais indignado fico com a postura esquerdopata e intoxicada de jovens burgueses que, aderentes a planos mirabolantes, de vagabundos podres como câmara, marighella e outros não se importaram em assaltar, colocar bombas, matar, "justiçar" (!) e outras atitudes muitos radicais que mostram, se alguma dúvida houvesse, o que seria "destepaíz" caso caíssemos nas suas mãos: violência, totalitarismo, descontrole e incomPTência!
.
Aliás, a recente decisão da "Começão da Verdade Estatal", CONTRARIANDO EXPRESSAMENTE O TEXTO DA LEI que a criou, também o demonstra à farta, não?!
.
Quanto a eu "estudar mais", meu chapa, "cresça e apareça", ó "que se gaba", como diz o vulgo, porquê eu garanto-lhe que sei muito mais do que você e suas comissões de Direitos Humanos possam jamais imaginar. E pior, isto sem quererem ser nem ignorantes e nem simplórios, mas simplesmente arrogantes e donos da verdade!
.
Passar bem.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/09/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.