Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ranking de Notícias

Pressão de Lula sobre STF foi destaque da semana

O encontro entre o ex-presidente Lula e o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, em que, segundo o ministro, o político tentou pressioná-lo para atrasar o julgamento do mensalão ganharam repercussão durante a semana. A conversa, no escritório do ex-ministro da Defesa e do STF Nelson Jobim, foi revelada pela revista Veja. Em entrevista à ConJur, os dois mais antigos ministros do Supremo, Celso de Mello e Marco Aurélio, reagiram com indignação. Eles classificaram o episódio como “espantoso”, “inimaginável” e “inqualificável”.

De acordo com eles, se os fatos narrados na reportagem da semanal foram verdade, a tentativa de interferência é grave. Para Celso de Mello, “a conduta do ex-presidente da República, se confirmada, constituirá lamentável expressão de grave desconhecimento das instituições republicanas e de seu regular funcionamento no âmbito do Estado Democrático de Direito”. Clique aqui para ler.


Preferidos para a OAB
Também ganhou destaque notícia sobre levantamento do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) que apontou os candidatos favoritos à presidência de algumas das principais seccionais da OAB. Segundo o Ipespe, se a votação ocorresse na última segunda-feira (28/5), Alberto Toron seria eleito em São Paulo, Wadih Damous no Rio de Janeiro, Henrique Mariano em Pernambuco, Cláudio Lamachia no Rio Grande do Sul e Francisco Caputo no Distrito Federal. A grande maioria dos entrevistados, no entanto, estava indecisa. Clique aqui para ler.


ESPECIAIS
Em entrevista concedida ao editor Marcos de Vasconcellos, publicada no último domingo (27/5), o novo presidente do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa), Carlos Roberto Fornes Mateucci, falou sobre as discussões éticas que deseja promover sobre as bancas na entidade. “O desafio como presidente é compreender cada vez mais como coordenar 1,2 mil associadas espalhadas no país inteiro, identificar as particularidades de cada uma dessas sociedades de cada uma das regiões do país, para que a advocacia exercida por meio da sociedade de advogados seja realizada de modo mais efetivo, ético e com qualidade”, afirmou. Clique aqui para ler.


AS MAIS LIDAS
Medição do Google Analytics aponta que o ConJur recebeu 400,2 mil visitas e teve 939,1 mil visualizações de página na semana compreendida entre 25 e 31 de maio. A segunda-feira (28/5) foi o dia com mais acessos, quando o portal recebeu 80,1 mil visitas. A reportagem mais lida foi a do editor Rodrigo Haidar Ministros repudiam interferência no mensalão, com 18,7 mil visitas, na qual os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, comentam a suposta pressão exercida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que o julgamento do mensalão seja adiado. Clique aqui para ler.

O segundo texto mais acessado, com 8 mil visitas, foi da repórter Marília Scriboni: Procurador propõe representação contra Thomaz Bastos. O procurador regional da República Manoel Pastana afirmou que o criminalista Márcio Thomaz Bastos cometeu um crime ao aceitar honorários pagos pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Ele propôs representação contra o advogado na segunda-feira (28/5), na Procuradoria da República em Goiás. Além da investigação, pediu a quebra dos sigilos fiscal e bancário do criminalista. Clique aqui para ler.


AS 10 MAIS LIDAS
Ministros repudiam interferência no mensalão
Procurador propõe representação contra Thomaz Bastos
Veja quem são os pré-candidatos preferidos à OAB
O Globo narra encontro de Lula e Gilmar Mendes
Conhecimento fast food, Homer Simpson e o Direito
Ministro Gilmar Mendes é trending topic no Twitter
Entidades se manifestam sobre defesa de Cachoeira
“É inconveniente julgar o mensalão agora", disse Lula
“Querem constranger o Supremo”, afirma Gilmar Mendes
“Lula sabe que não me prestaria a fazer pedidos”


AS MANCHETES DA SEMANA
TSE mantém presidente do TRE-SP que TJ afastou
"STF não pode parar para julgar mensalão", diz Marco Aurélio
Empresa deve pagar R$ 15 mil por não cumprir promessa
TJ-SP afasta desembargador para apurar pagamentos irregulares
"Prêmio Innovare mostra o lado bom do Judiciário"
“Querem constranger o Supremo”, afirma Gilmar Mendes
Começa a valer o novo sistema de defesa da concorrência
Satisfação de advogados com gestão da OAB não garante votos
Lula nega tentativa de influenciar ministros do STF
OAB cobra explicação de Lula e defende independência do STF
Comportamento de Lula é indecoroso, avaliam ministros do STF
“Escritório mais agressivo minimiza regras éticas”
Buscas em escritórios se restringem a clientes investigados
Prefeito de Diadema é obrigado a liberar Marcha da Maconha

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2012, 3h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.