Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mobilização marcada

Servidores da Justiça Federal em SP suspendem greve

Por 

A greve dos servidores do Poder Judiciário Federal em São Paulo foi suspensa na tarde desta quinta-feira (5/7), após passeata e assembleia dos grevistas. A categoria continua, porém, em estado de greve. Uma nova mobilização foi marcada para a próxima quarta-feira (11/6), na frente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, para decidir se a greve será retomada.

Os profissionais estavam em greve há uma semana e, nesta quinta, fizeram uma passeata pelas ruas da capital paulista. A concentração dos manifestantes foi em frente ao TRE-SP, na rua Francisca Miquelina, e, em caminhada, seguiram até a sede da 1ª Zona Eleitoral, na avenida Brigadeiro Luiz Antônio. A ideia era dificultar o registro de candidaturas, cujo prazo para realização se encerrava nesta quinta.

Até a noite desta quinta, apenas três dos pré-candidatos a prefeito de São Paulo constavam na lista de candidaturas cadastradas no Tribunal Superior Eleitoral: José Serra (PSDB), Soninha Francine (PPS) e Paulinho da Força (PDT).

Segundo a assessoria de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo (Sintrajud), que organizou a mobilização, cerca de 400 pessoas compareceram à passeata.

Os trabalhadores cobram a aprovação do Projeto de Lei 6.613/2009, que atualiza o Plano de Cargos e Salários da carreira. Com a interferência no processo de registro de candidaturas, pretendem aumentar a pressão direta sobre membros do Poder Executivo e do Poder Legislativo.

O TRE-SP afirmou, segundo a Agência Brasil, que a manifestação não prejudicou o registro das candidaturas, que podia ser feita tanto na sede do TRE quanto na 1ª Zona Eleitoral.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 5 de julho de 2012, 21h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/07/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.