Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Gambiarra no fio

Gato de luz gera prejuízo anual de R$ 8,1 bilhões

Mais de 27 mil gigawatts-hora, ou cerca de 8% do consumo do mercado elétrico brasileiro, são consumidos no país de forma irregular. O chamado "gato de luz" gera, todos os anos, um prejuízo médio de R$ 8,1 bilhões. Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As informações são do portal R7.

De acordo com a Aneel, estão contabilizados todos os gatos e outras formas de receber luz irregularmente como “perdas não técnicas”. O cálculo foi feito com base em informações fornecidas por 61 das 63 distribuidoras de energia que atuam no país. Estão embutidos também os impostos que deixaram de ser arrecadados.

Na prática, diz a agência, o montante seria suficiente para abastecer todos os anos as 774 cidades atendidas pela Cemig Distribuição e as 217 cidades com fornecimento da Cemar (Companhia Energética do Maranhão). Ainda segundo avaliação da Agência, caso a prática não fosse comum, a Light, por exemplo, concessionária do Rio, poderia reduzir sua tarifa em até 18%, já que o custo do gato é repassado aos consumidores.

Revista Consultor Jurídico, 4 de junho de 2011, 18h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.