Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morro da Providência

Militar acusado de entregar jovens continua preso

Acusado de entregar três jovens do Morro da Providência a traficantes do Morro da Mineira, no Rio de Janeiro, o sargento do Exército Leandro Maia Bueno deve continuar preso. A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, indeferiu o pedido liminar da defesa que requereu a soltura do militar.

Maia Bueno está preso desde 15 de junho de 2008, ano em que aconteceu o crime. A defesa alega excesso de prazo na formação da busca. A relatora destacou que a medida cautelar que determinou a prisão não se mostra desarrazoada ou carente de fundamentação.

A ministra solicitou informações sobre o andamento da ação penal ao Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Os autos serão encaminhados então ao Ministério Público Federal. O mérito do Habeas Corpus será analisado pela 5ª Turma do STJ. Com informações da Assessoria de Comunicação do STJ.

HC 201.864

Revista Consultor Jurídico, 25 de abril de 2011, 17h42

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/05/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.