Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Empréstimo bancário

Justiça Federal julga fraudes contra financiamentos

As fraudes contra financiamentos bancários deverão ser decididas pela Justiça Federal. O entendimento é da 3ª Seção do Superior do Tribunal de Justiça, que mandou a 2ª Vara Criminal da Seção Judiciária de São Paulo julgar e processar as fraudes cometidas junto ao HSBC Bank Brasil S.A.

No caso, havia conflito negativo de competência, ou seja, nenhum dos órgãos julgadores se considerava competente para analisar a matéria. O impasse se deu entre o juízo federal e o juízo de direito do Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária de São Paulo.

O processo informa que empréstimos que deveriam ter sido destinados à aquisição de automóveis foram destinados para outros fins. Para o juízo federal, houve estelionato, crime previsto no artigo 171 do Código Penal. Por sua vez, o juízo comum entendeu que não caberia a ele o julgamento, uma vez que se tratava de ofensa ao artigo 19 da Lei 7.492/1986, que aborda o crime de obtenção de financiamento mediante fraude.

É com essa última hipótese que concorda o relator do conflito de competência, ministro Og Fernandes. Para ele, o artigo 26 da mesma lei define como responsável para o julgamento a Justiça Federal. Isso porque os financiamentos tinham destinação específica, vinculados à aquisição de veículos no estado de São Paulo. Com informações da Assessoria de Comunicação do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 5 de outubro de 2010, 11h49

Comentários de leitores

1 comentário

Contrário

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

E quando a instituição financeira pratica fraude contra o consumidor, quem julga (se é que alguém julga)?

Comentários encerrados em 13/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.