Consultor Jurídico

Colunas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

MERCADO JURÍDICO

Escritório usa sistema de busca do FBI

Por 

Mariana Ghirello - Coluna - Spacca - Spacca

Programas de busca inteligente como o utilizado pelo FBI nos Estados Unidos já estão ao alcance de escritórios de advocacia brasileiros. O sistema ajuda a reduzir o tempo com pesquisa que advogados costumam gastar para produzir uma peça. De acordo com o sócio-administrador do escritório Koury Lopes Advogados, José Paulo Graciotti, o sistema já está em fase de implantação e deverá reduzir os custos do negócio. Ele explica a economia: como o advogado é pago por hora e o tempo consumido com a busca de informações para produzir a inicial será menor, no final do mês, o resultado será aumento de produtividade e lucro.


Mais por menos
"O que mais preocupa o escritório é conseguir fazer um produto jurídico de boa qualidade num tempo menor", ressalta Graciotti. "Estamos vivendo um mercado muito mais competivivo, no qual, o cliente pede seu preço e comparar com mais meia dúzia de escritótios", afirma. Depois de colocar o custo-benefício do produto na ponta do lápis, o administrador diz que o investimento deve se pagar em menos de um ano.


Tecnologia de ponta
O programa pode levar um tempo para ser implantado porque é feito sob medida para as necessidades de cada escritório, como afirma Márcio Bianchi da InteGreat, empresa que faz a pesquisa no local e desenha como será o programa. A teconologia utilizada fica por conta da Autonomy, companhia criada após o 11 de setembro para atender as demandas do governo norte-americano. O buscador inteligente organiza e permite encontrar de forma mais fácil documentos do escritório.


Novo trem
O escritório Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados, em parceria com a banca Shearman & Sterling LLP, prestou assessoria jurídica para o governo federal no edital do Trem de Alta Velocidade. A banca assessorou o BID e o BNDES na estruturação e modelagem do projeto. Os investimentos previstos somam R$ 34 bilhões para a implantação de um serviço público ferroviário de alta velocidade. Como o Brasil não tem a tecnologia necessária para construir o trem, vai precisar de uma empresa estrangeira para concretizar o projeto. Foi por isso, como explica a sócia do escritório Tatiana Matiello Cymbalista, que o banco mundial exigiu a participação de uma banca estrangeira na elaboração do edital.


Sem entraves
O governo assumirá os riscos que envolvem as desapropriações e concessões de licenças ambientais. De acordo com Tatiana Cymbalista, o processo de elaboração do edital foi transparente e contou com o aval de todos os interessados no projeto. Ela destaca ainda que o processo aberto da forma como foi feito deixa os investidores mais confortáveis.


Reforço de peso
O ex-ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Rider Nogueira de Brito, é o novo sócio do escritório Indalécio Gomes Neto Advogados Associados, em Brasília. A banca é especializada em Direito do Trabalho e tem filiais em Curitiba e Porto Alegre. Nogueira de Brito aposentou-se em 2009, e agora atuará perante os demais órgãos do Poder Judiciário, além de oferecer consultoria, assessoria e pareceres. O paraense tem 71 anos e começou em 1968 como juiz do trabalho da 8ª Região, que engloba o Amapá e o Pará.


Aquisição no agronegócio
O escritório TozziniFreire Advogados assessorou a Agroceres Nutrição Animal na celebração do contrato para aquisição da Multimix Nutrição Animal, empresas especializadas na produção de ração. O negócio está condicionado à finalização do processo de reorganização societária interna da Multimix, que deve durar cerca de 20 dias. A operação foi coordenada pelo sócio Darcy Teixeira Junior, da área de agronegócio do escritório. A fase da auditoria ainda contou com a atuação das áreas de Contencioso, Ambiental e Imobiliário.


Seleção e Inscrição
Os novos integrantes da Comissão de Seleção e Inscrição da OAB-SP tomam posse em sessão solene na próxima quinta-feira (29/7), às 10 horas, no auditório da Fecomércio. O advogado Marco Aurélio Vicente Vieira assume a presidência da comissão. A OAB-SP recebeu inscrições de 60 mil novos advogados e estagiários nos últimos três anos (23.061 em 2007, 21.832 em 2008, e 20.016 em 2009).


Homenagem aos decanos
Na mesma sessão, os 15 advogados mais antigos da OAB-SP serão homenageados. O decano é Carlos Antonio de Campos Pupo, de 92 anos, inscrito desde 1943. O mais velhinho é Fernando Euler Bueno, com 95 anos.


Incentivos nacionais
Vinte e seis estudantes de Direito concorrem no IV Concurso Nacional de Monografia do Cesa, que tem como tema "O Ensino jurídico no Brasil: críticas e sugestões". Nesta terça-feira (27/7), os integrantesdo Comitê de Ensino Jurídico se reuniram para analisar os trabalhos. Os três primeiros lugares serão premiados com computadores.


Nova área
O escritório Palópoli Advogados Associados se associou com Couto & Ferreira Advogados, especialista na área de Propriedade Intelectual. Com isso, o escritório passa a atuar no campo de combate à pirataria, licenciamento e know how, direitos autorais e também de registros de marcas e patentes no Brasil e exterior.


Conselhos tutelares
A Advocacia Correa de Castro & Associados, através de seu sócio fundador, Carlos Fernando Correa de Castro, promove nesta quarta-feira (28/07), às 9h, no auditório de sua sede, em Curitiba, uma palestra de capacitação aos recém empossados membros do Conselho Tutelar de Curitiba. A palestra é a quarta de uma série de encontros que vem sendo realizados por indicação da Comissão da Infância e do Adolescente da OAB-PR. O objetivo é apresentar aos novos integrantes do Conselho os deveres e as obrigações que a função exige, ressaltando a importância dos valores éticos no exercício do cargo.


Visitas nas cidades
O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil decidirá em setembro qual será a cidade sede do XXI Conferência Nacional dos Advogados, que acontece em outubro ou novembro do próximo ano. Concorrem as Seccionais da OAB dos Estados de São Paulo e Paraná e do Distrito Federal, cujos presidentes estão presentes. A Seccional de Minas Gerais, que também se candidatara, apresentou sua desistência. A OAB espera receber mais de 5 mil advogados na XXI Conferência.


Controle da VIVO
O escritório de advocacia Machado, Meyer, Sendacz e Opice prestou assessoria jurídica a Telefônica na consolidação do controle acionário da Vivo nas mãos da operadora espanhola. Na operação, a Telefônica adquiriu a participação de 50% que a Portugal Telecom detinha da holding Brasilcel, controladora da Vivo. Com isso, a Telefônica passa a deter 60% do capital total da Vivo e 88% do seu capital votante; o restante está em negociação em bolsa. O valor da aquisição foi de 7,5 bilhões de euros. Paralelo a aquisição de ações detidas pela PT na Brasilcel, a empresa espanhola anunciou sua intenção de adquirir  ações ordinárias adicionais da Vivo via Oferta Pública de Ações (OPA) no Brasil. O Machado Meyer assessorou a Telefônica em relação a todos aspectos legais da operação sujeitos à legislação brasileira.


PELAS SOCIEDADES

► O advogado João Rafael de Farias Furtado Nóbrega, sócio do escritório Furtado, Pragmácio Filho e Advogados Associados, foi aprovado, em primeiro lugar, no exame de seleção para o curso de mestrado em "Direito Constitucional nas Relações Privadas" da Universidade de Fortaleza (CE).

► A advogada Luciana Paula Vaz de Carvalho, da área trabalhista do Peixoto e Cury Advogados se tornou mestre em direito das relações sociais pela PUC-SP, com o tema: “O trabalho da criança e do adolescente no ordenamento jurídico brasileiro: normas e ações de proteção”. A banca foi composta pelos professores Suely Ester Gitelman e Nilson de Oliveira Nascimento.

► O advogado criminalista Rodrigo de Oliveira Ribeiro deixou a sociedade com o escritório Luiz Guilherme Vieira, onde ficou quase cinco anos para abrir seu próprio escritório. O novo escritório também fica no Rio de Janeiro e atenderá na área penal.

► O advogado João Daniel Rassi, especialista em Direito Penal, é o mais novo sócio da área Criminal do escritório Siqueira Castro – Advogados. O novo integrante da banca atuava no escritório Delmanto Advocacia Criminal. Ele tem em seu currículo passagem pelo Ministério Público de São Paulo, além de ter passagem pela coordenação regional do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) e membro da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-SP.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 28 de julho de 2010, 14h09

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/08/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.