Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acusação de omissão

Justiça Militar decreta prisão de PMs no Rio

A Justiça Militar decretou, nesta sexta-feira (23/10), a prisão preventiva de dois policias militares. Eles são suspeitos de ter liberado criminosos e omitido socorro ao coordenador do AfroReggae Evandro João da Silva, 42 anos, morto no último domingo (18/10), no centro do Rio. As informações são da Folha online.

O capitão Denis Leonard Nogueira Bizarro e o cabo Marcos de Oliveira Salles foram flagrados por câmeras de segurança liberando dois suspeitos do crime. Eles já estavam presos disciplinarmente no 13º Batalhão (Praça Tiradentes).

O pedido de prisão preventiva foi feito pelo Comando da PM. Com a decisão da juíza da Auditoria da Justiça Militar do Rio, Yedda Christina Ching-San Filizzola Assunção, eles devem ser transferidos para o BEP (Batalhão Especial Prisional), em Benfica. Em depoimento à polícia, eles negaram ter omitido socorro à vítima, que morreu durante um assalto.

Revista Consultor Jurídico, 23 de outubro de 2009, 19h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.