Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Camargo Corrêa

Thomaz Bastos divide defesa com Cláudio Mariz

O ex-ministro da Justiça do governo Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado criminalista Márcio Thomaz Bastos, assumiu a defesa da construtora Camargo Corrêa, alvo da Operação Castelo de Areia, da Polícia Federal. Ele vai atuar com Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, que já estava no caso. As informações são da Folha Online.

Para o ex-ministro, não houve influência do Palácio do Planalto para que assumisse o caso. "Tenho amigos pessoais lá dentro [da Camargo Corrêa] e eles que me procuraram. Nada de Planalto. Estive com o presidente, mas só por cinco minutos, só para cumprimentá-lo no meio de uma reunião que ele estava tendo", afirmou Thomaz Bastos.

Na quinta-feira (26/3), a defesa da construtora entrou com um pedido de Habeas Corpus para libertar os funcionários presos na operação. Ao todo, 10 pessoas foram presas. Entre elas, quatro executivos e duas secretárias da construtora. As suspeitas são de crimes financeiros e lavagem de dinheiro.

Revista Consultor Jurídico, 27 de março de 2009, 19h24

Comentários de leitores

9 comentários

POR FAVOR, JOSÉ R !!!

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

José R, envie-me o endereço do seu médico, por favor.
acdinamarco@aasp.org.br

SIGMUND FREUD OU CARL GUSTAV YOUNG

José R (Advogado Autônomo)

DINAMARCO, PROCURE AJUDA ESPECIALIZADA.VAI AJUDAR MUITO.
MARCIO THOMAZ BASTOS: NÃO TINHA "MUDADO DE LADO"? VOLTOU?
VAI AGORA COMBATER A GRAMPOLÂNDIA QUE CRIOU?
BEM-VINDO AO CLUBE. OS DEMAIS MEMBROS PERDOAM TUDO...

COVARDIA x VALENTIA

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Sabem qual é o pior defeito de um ser humano ? É se esconder sob pseudônimo e nunca se deixar ser identificado. Do resto, a vida cuida... Os demais são tidos como gagás !!!!
acdinamarco@aasp.org.br

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.