Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Conforto e apoio

Marrey visita famílias de vítimas de Lindemberg

O secretário da Justiça e cidadania do Estado de São Paulo, Luiz Antonio Guimarães Marrey, acompanhado de seu colega da Saúde, Luiz Roberto Barradas, esteve com a família da adolescente Eloá Cristina Pimentel na manhã deste domingo (19/10). Os pais refugiaram-se na casa de amigos e estão bastante abalados depois da notícia da morte cerebral da garota. Queixam-se da pressão da imprensa. Jornalistas tentaram invadir a casa onde estavam.

Marrey e Barradas visitaram também Nayara Rodrigues, a adolescente que teve a coragem de acompanhar Eloá e acabou levando um tiro de Lindemberg Alves, o criminoso que manteve as duas sob mira de revólver e, ao que tudo indica, foi quem atirou em ambas. Igualmente, os representantes do governo paulista levaram a solidariedade e o apoio do Estado. Depois de avistar-se com Nayara, Marrey disse que a menina será ouvida quando estiver em condições. "Não há nenhuma pressa", disse o secretário, segundo notícia da Folha Online.

O episódio e sua visibilidade, como em casos clamorosos anteriores, alimentaram-se um do outro. Como no caso do sequestro do ex-prefeito Celso Daniel, que acabou morto em um contexto de divulgação maciça do caso — o que suscitou a teoria de que a imprensa acabou contribuindo para sua morte, pergunta-se agora se o rapaz apaixonado teria ido às últimas consequências se a sua atitude não se tivesse novelizada.

"Até o momento", opina o jornalista Carlos Henrique Mascarenhas Pires, "eu não discerni direito se Eloá foi vítima do Lindemberg, de sua família, da polícia impávida diante do acontecimento ou de sua própria parcimônia em aceitá-lo sempre depois das brigas e confusões; ele atirou e tirou sua vida, mas pode sim não ser o único culpado!"

Revista Consultor Jurídico, 19 de outubro de 2008, 18h21

Comentários de leitores

24 comentários

"- Voltando a fita!" Me pareceu que a verdad...

futuka (Consultor)

"- Voltando a fita!" Me pareceu que a verdade é que não vivemos em um estado 'Policialesco' e sim 'Midiático', pura e simples, assim!

INTELIGENTEMENTE MEDÍOCRES! Só faltam fazer ...

ANTONIEL (Estudante de Direito)

INTELIGENTEMENTE MEDÍOCRES! Só faltam fazer uma Súmula Vinculante! Na verdade creio que todos precisam fazer uma meia culpa: 1º OS APLICADORES DA LEI: criam súmulas, jurisprudências, proferem sentenças, que de certa forma amarram as mãos da polícia (não estou falando dos policiais, maus preparados, truculentos e anti-democráticos, que se acham os donos domundo). 2º O MINISTÉRIO PÚBLICO que nada entende de Comando de Incidentes, Teatro de Operações, Negociação com Reféns, etc, mas mesmo assim vai lá opinar! 3º A MÍDIA: que costuma transformar em show toda forma exploratória de violência e crueldade. Tranforma vítimas em bandidos e bandidos em vítimas. 4º OS POLÍTICOS: entrometem-se em tudo, certamente fizeram pressão para que as coisas tivesse o fim que tiveram. Além da capacidade para criar leis cada vez mais burras e parciais. 5º COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS: Só pensam no agressor! Com raríssimas exceções levam a vítima em consideração. Há casos, que a vítima chega a ser invisível. 6º A POLÍCIA: se deixou influenciar pelos órgãos anteriores e cometeu a meu ver só um erro: permitiu que a vítima retorna-se ao cativeiro. 7º NÓS, O POVO: sem querer discutir todos os desdobramentos da falta de educação, dos períodos de exploração, maniqueísmos, estratégias eletistas, etc, nós também como cidadãos, precisamos fazer meia culpa! Vide o Big Brother (BBB) pessoas sem expressão, sem talento ou tenha que de qualquer outra forma contribuido para algo de bom! os tornamos em Astros, Superstars!. Muitos sabem tudo sobre eles, mas não lembra o nome do professor de Matemática. Além da nossa incapacidade de pensar, de refletir ou de enxergar o óbvio. Bom, é isso!

...bando de incompetentes a serviço de uma mídi...

Robespierre (Outros)

...bando de incompetentes a serviço de uma mídia sedenta de sangue. Big brother sangrento para satisfazer uma classe média burra. É isso.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 27/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.