Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Causa e conseqüência

Morte de vítima na fuga não caracteriza latrocínio

Concluir pelo crime de latrocínio quando a morte não esteve ligada ao roubo é um passo demasiadamente largo. A afirmação é do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, ao desclassificar para roubo a condenação de um acusado por latrocínio (roubo seguido de morte). Marco Aurélio foi seguido pelos demais ministros da 1ª Turma.

A turma destacou que os fatos que levaram à morte da vítima ocorrem em fase posterior à consumação do roubo. Por isso, a acusação de latrocínio como fato contínuo ao roubo é descabida.

Segundo a denúncia, o condenado e outros comparsas fizeram um assalto em um estacionamento no Distrito Federal e levaram uma vítima na fuga. Ao passarem por uma barreira policial, foram perseguidos, houve tiroteio e a vítima morreu. Laudos do processo provam que a bala que atingiu a vítima era da Polícia.

Pela decisão do STF, a condenação será mantida em nove anos de prisão e multa para os crimes de resistência à ação da Polícia e roubo. O crime de latrocínio prevê penas de 20 a 30 anos de reclusão.

HC 918.93

Revista Consultor Jurídico, 19 de março de 2008, 0h01

Comentários de leitores

24 comentários

Decisão completamente esdrúxula, pelo simples f...

Victor (Estudante de Direito - Criminal)

Decisão completamente esdrúxula, pelo simples fato de que a vida da vítima foi desprezada pelo STF. Se a finalidade básica desse nosso pseudo-Direito Penal é proteger bens jurídicos mais importantes, como condenar os agentes por roubo e resistência? E a vida da vítima, não vale nada? Ou melhor, como disseram abaixo, quem mandou entrar no carro dos criminosos? Que deixem os anjinhos roubarem sossegados! É uma decisão de envergonhar. Enquanto o Judiciário estiver funcionando com magistrados que decidem pensando que estão na Suiça, a situação não vai melhorar. As vítimas que se cuidem.

Eis aqui mais um atentado contra o senso mais e...

Pietro Minucci (Engenheiro)

Eis aqui mais um atentado contra o senso mais elementar do que seja Justiça, e mais uns 10 pontos a favor da impunidade! Isto é de enojar!

Analisando melhor meu comentário abaixo, creio ...

DPC Fabio (Delegado de Polícia Estadual)

Analisando melhor meu comentário abaixo, creio que melhor sabermos o que de fato ocasionou a morte do refém, pois a polícia pode ter sido obrigada a reagir contra os assaltantes, ocasionando a morte da vítima...mais um motivo para serem os criminosos condenados por LATROCÍCIO, pois, sem dúvida, foram os causadores de todo o resultado lesivo...e tenho dito.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 27/03/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.