Consultor Jurídico

Ponta do iceberg

PF faz operação para prender acusados de crimes previdenciários

Por 

A Polícia Federal, em parceria com o Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal, deflagrou nesta segunda-feira (28/1) a Operação Iceberg, em Santa Catarina. O objetivo é reprimir crimes previdenciários.

Foram mobilizados 200 policiais federais e técnicos da previdência social. A PF está cumprindo 18 mandados de busca e apreensão e mandados de prisão. Entre os presos, há um servidor do INSS.

Durante as investigações, os policiais verificaram a existência de uma quadrilha formada por agenciadores e servidores do INSS que convenciam pessoas a participarem do esquema que consistia na concessão de benefícios fraudulentos.

De acordo com informações da Polícia Federal, os fraudadores atuavam, principalmente, em concessões de benefícios de aposentadoria por tempo de contribuição, pensão por morte e aposentadoria por idade. A quadrilha corrompia funcionários do INSS para inserção de dados falsos no sistema informatizado da Previdência Social, utilizando-se de simulação de ações judiciais inexistentes para recolhimento de tempo de serviço. Segundo a PF, “no caso, foi apurado que não existiam ações judiciais protocoladas, nem requerimentos de benefícios, tudo era feito virtualmente”.

Estima-se em R$ 6 milhões o prejuízo aos cofres públicos, conforme análise dos benefícios previdenciários fraudados. Segundo a PF, os presos responderão por crimes de estelionato, formação de quadrilha, corrupção ativa e outros crimes correlatos, com penas que somadas chegam a 22 anos de reclusão.




Topo da página

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 28 de janeiro de 2008, 16h08

Comentários de leitores

7 comentários

Aos queridos Djalma Lacerda. Gilberto e olhoviv...

dinarte bonetti (Bacharel - Tributária)

Aos queridos Djalma Lacerda. Gilberto e olhovivo. Porque o nervosismo? Quer dizer que esta errado prender a turma do inamps? Expliquem melhor: estão a favor ou contra? Governo quebrar sigilo de faturas de cartões, é uma boa idéia. Porque você não quebra o seu sigilo, para começar e dar o exemplo? E quem quebra sigilo é a justiça. O procedimento é conhecido. Denuncia (que já houve), ministério publico, e judiciário. Operação cuecão, para o olhovivo, seria bom que inicialmente tivesse coragem de se identificar. Segundo, a justiça esta tratando desse caso, devidamente. E volto a perguntar: estão nervosos ou é impressão?

A PF poderia tambem começar a investigar estes ...

Pugli. (Estudante de Direito)

A PF poderia tambem começar a investigar estes fundos previdenciarios que funcionam hj em dia. A forma de aquisição dos titulos para composição da carteira. Ai sim, iria incomodar muita gente. segue a dica.

É a eficiente PF incomodando gente que vive do ...

Armando do Prado (Professor)

É a eficiente PF incomodando gente que vive do ilícito, ou o pratica. Avante PF!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 05/02/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.