Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sonegação de imposto

Ministério Público denuncia Marcos Valério por sonegação

O Ministério Público Federal em Minas Gerais denunciou nesta sexta-feira (8/8) o empresário Marcos Valério de Souza por sonegação de impostos, falsificação de documento público, uso de documento falso e formação de quadrilha. Os crimes teriam sido cometidos entre 2003 e 2004. A denúncia será analisada pela 9ª Vara Criminal da Justiça Federal de Belo Horizonte.

O publicitário já responde pela Ação Penal do mensalão no Supremo Tribunal Federal. Ele é acusado de ser o operador do esquema que comprou apoio parlamentar.

Na nova denúncia, segundo a Agência Brasil também constam os nomes da mulher do publicitário Renilda Maria Santiago, dos dois sócios na agência de publicidade SMP&B — Cristiano de Mello Paz e Ramon Hollerbach Cardoso — e do contador da empresa, Marco Aurélio Prata.

Segundo a denúncia, Valério, sua mulher e seus sócios deixaram de incluir na contabilidade da empresa notas fiscais emitidas por uma filial da SMP&B. Os valores sonegados ultrapassariam R$ 90 milhões.

A denúncia diz ainda que a Receita Federal identificou movimentação bancária irregular nas contas da agência. “Vultosos recursos saíram e entraram dessas contas, a maioria deles lançados a título de empréstimos para o Partido dos Trabalhadores, mas com registros incorretos na contabilidade original da empresa”, diz a denúncia.

Eles são acusados ainda de falsificar documentos com o objetivo de obter notas fiscais formalmente válidas, segundo o MPF.

Revista Consultor Jurídico, 8 de agosto de 2008, 21h33

Comentários de leitores

1 comentário

A propósito, o tão objetivo, pontual, transpare...

Atento (Outros)

A propósito, o tão objetivo, pontual, transparente e eficiente Ministério Público Federal, por sua Corregedoria, já fez alguma coisa para apurar a veracidade da informação de conhecimento público sobre a dita participação do Procurador Luiz Francisco em pról das FARC ?

Comentários encerrados em 16/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.