Consultor Jurídico

Saída permitida

Presos na Operação Persona serão liberados ainda neste sábado

Presos na Operação Persona, da Polícia Federal, Fernando Grecco e Daniela Ruiz, representados pelo advogado Alberto Zacharias Toron, devem ser liberados ainda neste sábado (20/10). Eles estão entre as 34 pessoas que não tiveram as prisões temporárias prorrogadas.

Continuam presos José Roberto Permonian, Cid Guardia Filho, Helio Benetti, Moacyr Sampaio, Carlos Canevalli e Paulo Roberto Moreira. Estas prisões foram prorrogadas, na noite de sexta-feira (19/10), por decisão do juiz federal Alexandre Cassetari, da 4ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

Deflagrada na terça-feira (16/10) em conjunto com a Receita Federal e o Ministério Público Federal, a operação investiga uma suposta quadrilha especializada em importar produtos eletrônicos e de telecomunicação para facilitar a sonegação fiscal em operações de exportação e importação.

O suposto esquema de sonegação de impostos que teria como beneficiária final a multinacional norte-americana Cisco Systems do Brasil, foi alvo de 93 mandados de busca e apreensão. Segundo informou a PF, o material apreendido – documentos e mercadorias – preencheu uma sala de 60 m² na Superintendência da PF em São Paulo, na Lapa, Zona Oeste da Capital.

O Ministério Público Federal pediu à Justiça a renovação da prisão temporária de 15 suspeitos, mas apenas seis continuarão presos. A prisão temporária vence à 0h de domingo (21). O presidente da Cisco Systems do Brasil, Pedro Ripper, está entre os presos que serão liberados neste fim de semana.

Os suspeitos de comandar esquema bilionário de sonegação de impostos vão responder por formação de quadrilha, uso de documentos falsos, descaminho ou sonegação fiscal e corrupção passiva e ativa.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2007, 19h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/10/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.