Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Hora da recompensa

Homem preso indevidamente nos EUA receberá US$ 5 milhões

Por 

A Câmara dos Deputados de Connecticut, nos Estados Unidos, votou por unanimidade pela doação de US$ 5 milhões para um homem preso, por engano, sob acusação de estupro. A quantia dada como indenização foi aprovada por 148 votos contra zero. A informação é do site Findlaw.

James C. Tillman foi preso aos 26 anos de idade e condenado a 45 anos de cadeia. Ele foi acusado do estupro de uma mulher na cidade de Hartford, em 1988. A vítima o apontou como autor. Mas um exame de DNA o eximiu da culpa.

Em nota coletiva, os deputados que aprovaram o ressarcimento sustentaram que “a soma de US$ 5 milhões o fará viver confortavelmente pelo resto da vida”.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 17 de maio de 2007, 16h59

Comentários de leitores

5 comentários

O triste Ramiro é que existe e, só nais sei o q...

João da Silva (Bacharel)

O triste Ramiro é que existe e, só nais sei o que é mais triste, existir ou estarmos dentro dele.

Trinta mil, "é enriquecimento sem causa da part...

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Trinta mil, "é enriquecimento sem causa da parte lesada...". Esse país não existe, o Brasil não existe.

Se fosse no Brasil e o preso tivesse o azar de ...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Se fosse no Brasil e o preso tivesse o azar de ter pela frente um juiz que não sabe sua função social, receberia 30 mil de indenização...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 25/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.