Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Caça aos bingos

Polícia fecha mais oito bingos no estado de São Paulo

As Polícias Federal e Civil lacraram, nesta quarta-feira (13/6), oito casas de bingo na região do Vale do Paraíba, nos municípios de São José dos Campos, Jacareí e Caraguatatuba, todos no estado de São Paulo. A ordem foi concedida pela Justiça Federal a pedido do Ministério Público Federal e da União.

A ação policial lacrou todos as máquinas caça-níquel, vídeo-pôquer, vídeo-bingo e similares encontradas nas casas Cash Bingo, Holliday Bingo, Bingão do Centro, Bingo XV, Bingo Andrômeda, Bingo Planeta, Bingão Jacareí e Bingo Caraguá.

O cerco contra a exploração de jogos ilegais se fechou em 13 de abril, com a Operação Hurricane da Polícia Federal. À época, foram cumpridos 70 mandados de busca e apreensão e 25 mandados de prisão no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e no Distrito Federal. As investigações, que já aconteciam há um ano sob a batuta do ministro Cezar Peluso, do Supremo Tribunal Federal, apuravam supostos envolvimentos de juízes e desembargadores em venda de sentenças favoráveis à prática ilegal.

Na ocasião, o irmão do ministro, Virgílio Medina, foi preso. Também foram presos os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região José Eduardo Carreira Alvim e José Ricardo Regueira, o juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, Ernesto da Luz Pinto Dória, e o procurador regional da República João Sérgio Leal Pereira. Os juízes e o procurador foram soltos em seguida.

Entre os detidos estavam, ainda, Anísio Abraão David, ex-presidente da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis; Capitão Guimarães, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro; Antônio Petrus Kalil, conhecido como Turcão, apontado pela Polícia como um dos mais influentes bicheiros do Rio; a corregedora da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Suzi Pinheiro Dias de Matos, entre outros. Há, ainda, 19 réus e quatro denunciados presos.

Revista Consultor Jurídico, 14 de junho de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.