Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Responsabilidade direta

Vaticano poderá responder por padres acusados de abuso sexual

Por 

Três homens que acusaram padres católicos de abusá-los sexualmente na infância podem agora pedir ressarcimento pecuniário diretamente ao Vaticano, sob acusação de negligência, conforme determinou um juiz federal de Louisville, Kentucky, nos Estados Unidos.

Segundo o site Findlaw, o advogado das vítimas, William McMurry, obteve a vitória ao sustentar a tese de que o Vaticano deveria ter brecado os abusos da Arquidiocese de Louisville. De acordo com McMurry, com a decisão do juiz federal a defesa pode ter acesso amplo aos documentos que o Vaticano produziu sobre abusos sexuais, uma novidade nesse tipo de acusação.

Muitas ações já tentaram acusar o Papa, o Vaticano e os cardeais mais proeminentes do Vaticano como réus nesse tipo de ação. Mas a Santa Sé é imune da jurisdição de cortes norte-americanas.

O advogado William McMurry já representou junto ao juiz John G. Heyburn 243 casos de abuso sexual registrados, que em 2003 geraram um acordo civil pelo qual a arquidiocese teve de desembolsar US$ 25,3 milhões.

Uma das vítimas do caso em pauta é Michael Turner, que já obteve a remoção do padre Louis E. Miller da arquidiocese, em 2004, por ordem direta do Papa João Paulo Segundo. O padre Louis E. Miller cumpre 13 anos de pena.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 13 de janeiro de 2007, 19h21

Comentários de leitores

4 comentários

Meu caro José Henrique: Sim, há muito ma...

Richard Smith (Consultor)

Meu caro José Henrique: Sim, há muito mais escândalos lá. Permitame- apenas corrigí-lo, mas não são escândalos de PEDOFILIA (atração sexual por crianças impúberes), mas sim de PEDERASTIA, posto que a maioria das acusações são de molestamento de menores masculinos púberes. E o por que disso? Porque de há muitos anos, os seminários americanos são dominados por "religiosos" hereges Modernistas, os quais cuidam de brecar boas e válidas vocaçãoes sacerdotais, para dar guarida a candidatos com tendências homossexuais! Tanto isso é verdade que a percepção de largos extratos sociais nos Estados Unidos, é de que o sacerdócio (ser padre) é "profissão gay"!!! O que você acha que vai acontecer quando essas pessoas, absolutamente inaptas, moral e psicologicamente falando, para o exercício sacerdotal, se virem no meio de jovens e crianças em acampamentos, aulas de ginástica, etc.? É uma chaga gravíssima que foi se alastrando livremente - até a intervenção nos seminários em 1997/99, pelo Papa João Paulo II - e que encontrou leniência e covardia por parte da maioria dos bispos americanos. O resultado está aí! Passar bem.

Será que há mais pedofilia entre os padres nort...

J.Henrique (Funcionário público)

Será que há mais pedofilia entre os padres norte-americanos ou a Justiça funciona melhor lá (lenvando-se em conta que o Catolicismo não é a religião majoritária)?

Ridiculo! As chamadas "igrejas locais" são ab...

Richard Smith (Consultor)

Ridiculo! As chamadas "igrejas locais" são absolutamente independentes guardando mera subsidiaridade com a Santa Sé e com o Sumo Pontífice (quem dera que isso fosse verdade plena!) que somente intervém em raríssimos casos. É simplesmente impossível tal pretensão, como bem devem saber os advogados patrocinadores, o que leva à impressaõ de má-fé anti-clerical.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/01/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.