Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grampo na Corte

Polícia Federal vai apurar responsáveis pelos grampos no STF

A Polícia Federal vai apurar quem são os responsáveis pelos grampos encontrados nos telefones dos ministros Marco Aurélio e de Cezar Peluso, que estão atuando no Tribunal Superior Eleitoral, mas são do Supremo Tribunal Federal. O pedido de investigação foi feito, nesta segunda-feira (18/9), pela presidente da Suprema Corte, ministra Ellen Gracie, ao ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos.

O ministro garantiu que vai acionar o diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, para que sejam feitas investigações. Os grampos foram encontrados depois de uma varredura feita nos gabinetes da corte, na última quarta-feira (13/9). Antes, no TSE, foi encontrado um grampo no fax do gabinete do ministro Marcelo Ribeiro, representante da advocacia no tribunal e responsável pela propaganda eleitoral.

Visite o blog Consultor Jurídico nas Eleições 2006.

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2006, 16h25

Comentários de leitores

3 comentários

Corrigindo: será que isso não nos dá uns indíci...

Luiz Augusto Mendes (Delegado de Polícia Estadual)

Corrigindo: será que isso não nos dá uns indícios de autoria ????

Olhando a relação de matérias postadas ontem no...

Luiz Augusto Mendes (Delegado de Polícia Estadual)

Olhando a relação de matérias postadas ontem no Conjur, me deparei com uma ujo título é: "Justiça Eleitoral pode assumir caso PT-Sanguessugas". Hummmm. Será que não nos dá uns indícios de autoria ?????

Das explicações sobre o grampo no TSE pelo arti...

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

Das explicações sobre o grampo no TSE pelo articulista jurídico, Marco Aurélio Mello, diz... Na verdade isso não resolve nada, já que o governo continua podendo, dentro da lei, dar aumentos aos servidores e "tudo aquilo que a lei não proibir..." É mesmo o rei do engodo, da falácia malvada, da DISTORSÃO CUPULOSA, oportunista em qualquer espaço que encontra usa com toda habilidade a Lei de Gerson. Com essa frase induz ou tenta induzir os incautos cidadãos de bem. Ele bem sabe perfeitamente que NÃO É TUDO AQUILO QUE A LEI NÃO PROIBIR... È tudo aquilo que não estiver definido e previsto na lei com legal e não por esquecimento, porque passou em branco, por que houve um lapso legislativo o crime fica consubstanciado e avalizado como algo LEGAL. Pessoas de notório saber jurídico não erram esse tipo de frase por equivoco, é intencional e malévola, um contra ponto, pra que ou porque, a saber, (?). http://www.debrasilia.com/index2.php?pag=ver_noticia&cod_noticia=5553

Comentários encerrados em 26/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.