Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Máfia das ambulâncias

Recurso de candidatos sanguessugas será julgado pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral deve julgar na terça-feira (5/9) o recurso contra o indeferimento de candidatura de supostos envolvidos na máfia das ambulâncias. Os recursos foram apresentados neste último final de semana pelos deputados federais, candidatos à reeleição, Reinaldo Gripp (PL) e Paulo Baltazar (PSB). Ambos tiveram os registros negados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, sob a alegação de estarem envolvidos com o esquema de corrupção das ambulâncias no Congresso.

Reinaldo Gripp e Paulo Baltazar são investigados pela Comissão Parlamentar Mista de Inquérito das Sanguessugas e pelo Supremo Tribunal Federal por suposta participação na venda de emendas para a chamada máfia das ambulâncias.

O relator do Recurso Especial Eleitoral de Paulo Baltazar é o ministro Marcelo Ribeiro e o ministro José Delgado analisará o Recurso Ordinário protocolado por Reinaldo Gripp.

Outro registro negado

Na última quinta-feira (31), chegou ao TSE o Recurso Ordinário protocolado pelo candidato a deputado federal Eurico Miranda (PP-RJ), cujo pedido de registro de candidatura também foi negado pelo TRE do Rio de Janeiro no dia 23 de agosto. O relator do caso também é o ministro Marcelo Ribeiro.

O TRE-RJ negou, por unanimidade, o pedido de registro de Eurico Miranda "em decorrência da vida pregressa do pré-candidato". Ex-deputado federal e presidente do Vasco, Eurico Miranda responde a sete processos criminais, todos ainda em tramitação.

Respe 26.663, RO 1133 e RO 1.069

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2006, 19h36

Comentários de leitores

0 comentários

A seção de comentários deste texto foi encerrada.