Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Água no balde

Carregar água em balde por falha em distribuição não gera danos

Por 

Carregar água com baldes, por problemas de distribuição da concessionária, não gera indenização por danos morais. O entendimento é do juiz Ronaldo Leite Pedrosa, do 1º Juizado Especial Cível de Nova Friburgo (RJ). A decisão livrou a Caenf — Concessionária de Água e Esgotos de Nova Friburgo de indenizar uma consumidora. Cabe recurso.

Com o rompimento de uma adutora em Nova Friburgo, o abastecimento de água para a população local foi cortado por dois dias. Alegando ofensa à sua dignidade e que se sentiu diminuída por ter de carregar baldes para as suas atividades cotidianas uma moradora entrou com ação contra a empresa.

A Caenf, representada pelo advogado José Wenceslau Lima Junqueira, sustenta que a empresa trabalhou para que o reparo da adutora fosse feito no mesmo dia e que houve o fornecimento de água através de caminhão pipa.

O juiz acolheu o pedido da Caenf. Afirmou que “não houve demonstração de dano moral, ou seja, que tenha gerado para a reclamante ofensa à sua dignidade, algum fato que tenha mexido e transformado a sua vida em uma situação de sofrimento além do normal, colocando-a num drama que justifique uma condenação”.

Processo 2006.818.000054-0

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 19 de março de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.