Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saldo das rebeliões

Secretário da Administração Penitenciária de SP pede demissão

O secretário da Administração Penitenciária do estado de São Paulo, Nagashi Furukawa, pediu demissão do cargo em audiência com o governador Cláudio Lembo na manhã desta sexta-feira (26/5). Ele ocupava o posto desde dezembro de 1999.

A saída de Furukawa ocorre uma semana após o termina da onda de rebeliões e ataques supostamente promovidos pela organização criminosa do PCC — Primeiro Comando da Capital em São Paulo. Divergências na condução do caso e na política da segurança pública no que diz respeito ao sistema carcerário teriam motivado o pedido de demissão.

O ex-secretário teve de enfrentar duas mega-rebeliões no estado. A primeira em fevereiro de 2001, em que 29 unidades prisionais no estado se rebelaram. No segundo movimento organizado de presos, foram 73 os presídios dominados pelos presidiários, sob o comando do PCC.

O secretário interino será Luiz Carlos Catirse, pedagogo, funcionário de carreira da Secretaria. Ex-diretor da Penitenciária de Casa Branca, atualmente Catirse é coordenador de unidades prisionais do Vale do Paraíba e litoral.

Leia o pedido de demissão

NAGASHI FURUKAWA, Secretário da Administração Penitenciária, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência para solicitar, em caráter irrevogável, exoneração do cargo que ocupa, por razões de natureza pessoal.

Salienta que foi uma honra servir ao Governo Paulista sob a direção de MÁRIO COVAS, GERALDO ALCKMIN e de Vossa Excelência.

Nestes Termos,

Pede deferimento.

São Paulo, 25 de maio de 2006.

Revista Consultor Jurídico, 26 de maio de 2006, 12h47

Comentários de leitores

9 comentários

Hwidger Obrigado. Suas considerações finais s...

Ottoni (Advogado Sócio de Escritório)

Hwidger Obrigado. Suas considerações finais supriram a falta de exemplo de exemplo que cometi.

Assino embaixo as declarações do Dr. Ottoni e d...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Assino embaixo as declarações do Dr. Ottoni e do meu colega Dr. Sady. Conheço bem as penitenciárias do Estado de São Paulo. Ora pela profissão escolhida, ora pelo cargo que ocupo na OAB/SP. O Dr. Nagashi colocou ordem nesse Estado. Implodiu o Carandiru. A verdade é uma só: falta dinheiro no Estado de São Paulo. Nosso amado Estado está falido. Os funcionários públicos são mal pagos, e não há dinheiro para construção de presídios . Não há dinheiro para papel ofício para as delegacias. Os diretores da cadeia fazem milagres, porque trabalham com pouquíssimos recursos. Os presídios norte- americanos são absolutamente inadequados; um terço da população dos presos ( são mais de 2 milhões) são sexualmente violentados naquelas prisões de máxima segurança. É tudo balela de jornalista da rede Globo mal informado querer crer numa mudança radical. Visitem-se os presídios do interior paulista; como exemplo o de Tremembé. Lá o preso tem dignidade e cumpre a pena em um local nunca visto pela Rede Globo. Já afirmei no programa da All TV do Paulo Cremonesi ( está gravado): se um dia, por infelicidade minha, eu for preso, numa pocilga lotada e podre, serei o primeiro a amotinar a fuga. Tudo em prol a minha dignidade. Mas em tremembé a pena flui, recomendo uma visita e até o cumprimento de pena. Deixo minha solidariedade ao magistrado Nagashi, que honrou a toga e em tempos outros honrou o distintivo de xerife. te honruo o cargo de Secretário de Estado por mais de seis anos. Merece total respeito porque é homem digno e acima de tudo é honesto. E nesse país estamos precisando de gente honesta, porque se falta dinheiro público é porque tem muita gente por aí levando vantagem em coisa que não deve. Tem muito ladrão safado assinando documentos com mont blanc. Boa sorte nas sua férias merecidas Dr. Nagashi. Conte comigo sempre. Otávio Augusto Rossi Vieira, 39 advogado criminal em São Paulo coordenador da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB/SP

O sistema penitenciário em São Paulo merece mui...

João José Sady (Professor Universitário - Trabalhista)

O sistema penitenciário em São Paulo merece muitas críticas. O Dr. Nagashi, contudo, é um homem sério e dedicado e tais mazelas não lhe podem ser atribuídas. Ao contrário, decorrem da falta de meios para realizar as tarefas necessárias. A Administração Pública perde um ilustre colaborador.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 03/06/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.