Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Branca de Neve no Rio

Quatro pessoas presas em operação da Polícia Federal no Rio

Por 

Quatro pessoas foram presas hoje (16/5), no Rio, pela Polícia Federal, acusadas de gerenciar uma fortuna depositada num paraíso fiscal no Caribe. No grupo de detidos está o advogado Armando Avelino Bezerra, condenado a 12 anos e seis meses de prisão, em novembro de 1992. Ele ficou apenas quatro anos detido.

A operação da PF, que aconteceu também em São Paulo, foi batizada de Branca de Neve. As pessoas envolvidas eram especializadas na lavagem e ocultação de dinheiro, principalmente recursos desviados do INSS entre os anos 80 e 90. A ordem de prisão do grupo partiu da 5ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio.

Para “esquentar” o dinheiro retirado ilegalmente dos cofres públicos, o grupo vinha adquirindo obras de arte no mercado. Mas também estavam em poder dos indiciados dois aviões e um caminhão.

De acordo com o delegado José Mario Fonseca, a detenção desta terça-feira deixa claro que o dinheiro levado do INSS continua sendo movimentado, apesar de escondido. “O fato dele ter reaparecido um pouco foi o que nos permitiu agir”, acentuou. Autoridades policiais e do Judiciário federal calculam que o grupo possa ter comprado cerca de 100 imóveis nos últimos anos.

Tudo que foi apreendido nesta terça-feira, segundo um representante do INSS que acompanhou as operações, será posteriormente leiloado, para ressarcir os cofres da Previdência Social.

 é jornalista.

Revista Consultor Jurídico, 16 de maio de 2006, 20h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.